AGÊNCIA DE NOTÍCIAS

Notícias


Categorias

PMU lança campanha de mobilização de combate ao Aedes

Ação busca envolver toda a população para eliminar focos do mosquito

Publicado em: 06/02/2017 12:41:42

Com o alerta “24h contra o mosquito - Um minuto de descuido pode ser fatal”, a Prefeitura de Uberlândia lançou nesta segunda-feira (6) a campanha de mobilização de combate ao mosquito Aedes aegypti. No último ano, mais de 540 mil casos relacionados ao Aedes foram registrados em Minas Gerais. Isso representa mais de uma notificação por minuto das doenças transmitidas pelo mosquito. Em Uberlândia, foram mais de 13 mil notificações.

Para o lançamento, o prefeito Odelmo Leão convidou representantes de instituições, órgãos, associações, classe empresarial, imprensa e profissionais da saúde, educação, entre outros, para mostrar o cenário de Uberlândia, além de reforçar as medidas de prevenção para que todos abracem esta causa e sejam agentes multiplicadores das ações.

A campanha de mobilização vem de uma preocupação do prefeito de Uberlândia com os números registrados das doenças. Além dos 13.054 casos notificados da dengue em 2016, foram 298 notificações do zika vírus e 39 de febre chikungunya.

Para evitar que a população de Uberlândia sofra com uma epidemia, Odelmo Leão pede o apoio de todos nessa luta. “Os criadouros do mosquito estão dentro das nossas casas em grande parte dos casos e somente com a participação de cada um de nós podemos vencer essa batalha contra o mosquito. A hora de agir é agora. Esse é o momento de eliminar os focos para evitar uma epidemia destas doenças que podem matar”, disse o prefeito.  

Desafios

Atualmente, a equipe do Programa Municipal de Controle da Dengue está reduzida: dos 400 que existiam em 2012, hoje são apenas 150 que estão nas ruas.  A nova gestão encontrou, ainda, grande parte dos veículos do programa sucateados. A situação é precária e a maioria não tem condições de circular. Ao todo, são 57 carros no Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), sendo 50 destinados para as ações de combate ao mosquito. Deste total, 15 estão parados por falta de manutenção. Uma situação que representa um grande desafio para a atual administração.

Mesmo com números tão reduzidos, as ações continuam sendo feitas. Em janeiro deste ano, as equipes do CCZ visitaram mais de 14 mil imóveis, 650 pontos estratégicos, 775 terrenos baldios e 97 imóveis fechados das imobiliárias. O CCZ ainda realizou 2.670 bloqueios em bairros com casos suspeitos e destinou mais de 30 mil pneus para a incineração, seguindo as leis ambientais, além do Mutirão Cidade Limpa e da capacitação de profissionais da saúde, educação e agentes comunitários por meio do seminário “Juntos contra o Aedes”.

Segundo o coordenador do Programa Municipal de Controle da Dengue, José Humberto Arruda, as equipes estão fazendo o trabalho mesmo em um panorama tão deficitário. “Encontramos o CCZ em uma situação diferente da deixada em 2012. Mesmo assim, estamos fazendo uma reestruturação e reorganização de acordo com o que é recomendado pelo Ministério da Saúde e caminhando para aumentar nossas ações, principalmente de conscientização junto à sociedade, como essa mobilização, pois precisamos da ajuda da população nesse combate”, finalizou Arruda.

Clique e confira os dados sobre a dengue em Uberlândia

SECOM

Compartilhe:

Prefeitura de Uberlândia

AV. ANSELMO ALVES DOS SANTOS, 600 - SANTA MÔNICA - CEP: 38408-150 - Serviço de Informação Municipal (SIM): (34) 3239-2800 / PABX: (34) 3239-2444

Atendimento ao público: Segunda à sexta-feira das 12h às 17h.