AGÊNCIA DE NOTÍCIAS

Notícias


Categorias

Estiagem prolongada deixa Uberlândia em estado de alerta

Ao economizar, população ajuda a diminuir o consumo per capta de água na cidade

Publicado em: 04/09/2017 16:56:42

Uberlândia completa hoje 107 dias sem chuva. Este período de seca prolongada coloca o município em estado de alerta e exige uma redução significativa de consumo para evitar um possível desabastecimento. De acordo com levantamentos do Departamento Municipal de Água e Esgoto (Dmae), no decorrer dos últimos anos, o uso per capta tem aumentado gradativamente na cidade. No mês de agosto, por exemplo, cada cidadão gastou em média 280 litros de água por dia, 95 litros a mais do que é o previsto pelo Trata Brasil, instituto que trabalha pelos avanços do saneamento básico e na proteção de recursos hídricos no país. A organização preconiza que um consumo de 185 litros/dia por pessoa é o suficiente.

Consumo consciente

Há três anos, quando o Brasil enfrentou uma das piores crises hídricas da história e os reservatórios ficaram extremamente comprometidos, a população precisou mudar os hábitos e economizar água. Um reflexo positivo foi visto nos índices de consumo e o equilíbrio foi mantido até o ano passado. Contudo, segundo responsáveis técnicos da área, uma mudança no comportamento fez com que o uso do recurso em Uberlândia sofresse um aumento considerável.

“Um ano após a crise hídrica, o consumo era de 216 litros/dia por habitante. Agora, temos um aumento de 30% no comparativo entre períodos, valor que daria para abastecer uma população de aproximadamente de 150 mil habitantes, tal qual a do município de Patos de Minas. Esse índice nos deixa em estado de atenção, porque tudo que está sendo produzido está sendo consumido e nossos reservatórios estão no limite da capacidade” disse Sérgio Vieira Attie, diretor-geral do Dmae.

Fatores que levaram ao aumento do consumo

O diretor-geral lembrou ainda que fatores climáticos (estiagem prolongada, altas temperaturas e baixa umidade do ar) são os principais fatores que têm levado ao alto consumo de água em Uberlândia. Attie explicou que o ideal para mudar esse panorama seria uma economia de 20% no uso até que se inicie o período chuvoso.

Em Uberlândia há duas fontes de abastecimento: o rio Uberabinha e o ribeirão Bom Jardim. A construção da terceira fonte de captação, Capim Branco, prevista para inaugurar sua 1ª etapa em 2019 e proporcionar abastecimento a 500 mil habitantes, vai reforçar o sistema. Mas apesar disso, a ordem é economizar. "Com a demanda alta, se continuarmos a retirar muita água do rio, poderemos comprometer o manancial. Temos que ser responsáveis com as nossas nascentes e com a própria vazão do rio”, salientou.

Ações permanentes

O diretor-geral do Dmae aproveitou para esclarecer que nenhum local está sem água na cidade. Contudo os bairros mais altos podem sofrer desabastecimento, já que a água chega, mas não tem pressão suficiente para ir para as casas. “Este é um problema que acomete o bairro Morada Nova nesta época da seca, por exemplo. Por isso, finalizamos no último fim de semana uma intervenção no sistema para melhorar o abastecimento dos bairros daquela região (Morada Nova, Chácaras Panorama, Jardim Vica, São Bento, Jardim Célia, Rancho Alegre e adjacências)”, contou Sérgio Attie.

Ele explicou que o trabalho realizado contemplou a interligação da adutora Pequis na rede do Morada Nova, conferindo maior pressão e vazão para a região. “Estamos monitorando e sabemos que a obra já teve resultado positivo”, mencionou.

Como economizar e ajudar os mananciais

Se o estado é de alerta, medidas simples podem colaborar com consumo consciente da água. Confira algumas abaixo:

- reduzir o tempo no banho;
- fechar a torneira enquanto se escova os dentes;
- escovar e ensaboar toda a louça suja para depois ligar a torneira e lavar os utensílios;
- Não deixar alimentos descongelando sob a água corrente: programe-se para retirar o alimento do congelador com antecedência para que possa descongelar naturalmente;
- corrigir vazamentos dentro de casa;
- abolir mangueira para limpar calçadas;
- reutilizar a água da máquina de lavar roupa para limpar o quintal ou lavar o carro;
- esperar juntar uma boa quantidade de roupa suja antes de encher a máquina de água.

Fique por dentro!

- Cerca de 280 mil unidades recebem água tratada em Uberlândia

ETA Bom Jardim:
- Produz 123 milhões/litros por dia, o que corresponde a 1.400 de litros/seg
- Neste período a produção está na capacidade total: 1.700 de litros/seg

ETA Sucupira:
- Produz 107 milhões/litros por dia, o que corresponde a 1.200 litros/seg
- Neste período a produção está na capacidade total: 1.380 de litros/seg.

SECOM

Compartilhe:

Prefeitura de Uberlândia

AV. ANSELMO ALVES DOS SANTOS, 600 - SANTA MÔNICA - CEP: 38408-150 - Serviço de Informação Municipal (SIM): (34) 3239-2800 / PABX: (34) 3239-2444

Atendimento ao público: Segunda à sexta-feira das 12h às 17h.