Prefeito participa da inauguração de novo módulo da Souza Cruz

Fábrica amplia atividades com produção dedicada à exportação de cigarros
18 de julho de 2019
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

O prefeito Odelmo Leão participou, na manhã desta quinta-feira (18), da inauguração de um novo módulo da Souza Cruz em Uberlândia dedicado exclusivamente à produção e exportação de cigarros em carteiras com menos de 20 unidades. A solenidade ocorreu na fábrica da empresa no Distrito Industrial e marcou o início inédito da confecção nesta quantidade no Brasil. A carteira com 10 cigarros será exportada inicialmente para a Colômbia e a expectativa é que futuramente o produto chegue também em outros países. Isto já ocorre com cigarros fabricados no município e exportados para Argentina, Cuba e Canadá, entre outros.

Uma ampliação nas atividades na cidade que foi possível, conforme explicou o gerente da fábrica da Souza Cruz em Uberlândia, Alfredo Rengifo, devido à atuação do prefeito Odelmo Leão tanto como chefe do Executivo Municipal quanto como deputado federal durante seus mandatos em Brasília. “Graças à atuação do prefeito conseguimos alterações na legislação que possibilitaram esta nova linha de produção, podendo concorrer no mercado internacional”, disse.

Durante o evento, o prefeito ressaltou a importância econômica da ampliação das atividades da fábrica para a cidade. “Isto significará mais avanços econômicos, mais mercados, aumento na arrecadação local, entre outras conquistas. Desta forma, contribuirão mais para o Município e poderemos ampliar os investimentos em educação, saúde e outros serviços para a população”, disse o prefeito. Além disso, ressaltou os trabalhos do Município para garantir o desenvolvimento econômico e social da cidade. “Uma das nossas preocupações diz respeito à logística. Portanto, estamos trabalhando para melhorar o deslocamento de mercadorias seja por rodovias, ferrovias ou transporte aéreo”, destacou.

Abertura de mercado

O gerente da fábrica da Souza Cruz em Uberlândia, Alfredo Rengifo, reforçou que as carteiras com menos de 20 unidades não serão comercializadas no Brasil, em respeito à legislação nacional. Ele destacou que com o novo módulo a fábrica uberlandense se iguala a outras de diferentes nações, como no Chile. Atualmente, a Souza Cruz tem capacidade para produzir em Uberlândia 70 bilhões de cigarros por ano. A unidade gera trabalho direto ou indireto para mais de 1,8 mil pessoas e produz 15 marcas para o mercado brasileiro e exportação. Com a nova linha de produção, a expectativa é que os números aumentem.

Investimos na cidade

Em 2018, a fábrica uberlandense da Souza Cruz completou 40 anos. Inaugurada em 1978, a unidade ocupa uma área de 872 mil m², o que a tornou a maior fábrica da empresa na América Latina e uma das mais importantes do Grupo British American Tobacco, acionista majoritário da empresa. Para os próximos anos, o grupo planeja investir em Uberlândia cerca de R$ 100 milhões por ano em melhorias de infraestrutura, tecnologia de equipamentos, treinamento e desenvolvimento dos funcionários. A fábrica uberlandense tem um grande destaque por ser a única produtora brasileira de cigarros da British American Tobacco.

Isto significará mais avanços econômicos, mais mercados, aumento na arrecadação local, entre outras conquistas. Desta forma, contribuirão mais para o Município e poderemos ampliar os investimentos em educação, saúde e outros serviços para a população. – destacou o prefeito

Compartilhe:

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Veja Também