Notícias

Obras da avenida Oscarina e rua da Carioca já estão 30% concluídas

Pontes iniciadas no começo de maio vão beneficiar milhares de pessoas da zona sul
23 de julho de 2019
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Em breve, os moradores da zona sul da cidade serão beneficiados diretamente por duas obras que integram o pacote de intervenções previstas pelo Programa Uberlândia Integrada II. Iniciadas em maio, as pontes da avenida Oscarina Cunha Chaves e da rua da Carioca, ambas no bairro Cidade Jardim, já estão cerca de 30% concluídas.

No canteiro da Oscarina, cerca de 20 operários já concluíram o aterro para pavimentação e parte das estacas e blocos das fundações. Simultaneamente, as vigas da laje de aproximação da ponte estão em andamento e em paralelo está sendo realizado serviços referentes a drenagem pluvial. Já na rua da Carioca está sendo executada as estacas das fundações e também a drenagem com a construção de bueiros e caixas de passagem no trecho em que será feito o prolongamento da via.

Ambas as intervenções são de responsabilidade da Decc Construções, empresa escolhida por meio do Regime Diferenciado de Contratação (RDC), que é um sistema licitatório mais ágil. Além das duas pontes, a empresa também será responsável pela construção de um viaduto da rua Conrado de Brito, no bairro Custódio Pereira.

Depois de concluída, a previsão é de que ponte da avenida Oscarina comporte um fluxo diário de 16 mil veículos, além de linhas do transporte público da região. Já na rua da Carioca, a estimativa é que o trecho tenha um fluxo de 25 mil veículos diários.

Uberlândia Integrada

Lançado inicialmente em 2011 pelo prefeito Odelmo Leão (2005-2012), o programa Uberlândia Integrada já contemplou diversas melhorias em infraestrutura e mobilidade urbana em sua etapa I, como prolongamento da avenida Anselmo Alves do Santos, construção da ponte Cícero Naves de Ávila, Corredor Estrutural Leste e o Terminal Novo Mundo (inaugurados recentemente).

Na etapa II do programa, retomada pelo prefeito Odelmo Leão no ano passado, prevê um investimento de mais de R$ 140 milhões em mobilidade em todas as regiões. Estão previstas dezenas de intervenções viárias pela cidade, como a construção de viadutos, pontes, trevos, trincheiras, travessias e a execução de 263 km (mais de 168 ruas e avenidas) de recapeamento de vias de todas as regiões.

Compartilhe:
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Veja Também