Notícias

Morumbi e comunidade Olhos D’Água receberão Projeto Água Vida

Na segunda-feira (22), representantes do Dmae ouviram demandas de quem reside na Tenda dos Morenos
24 de julho de 2019
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

A equipe do Projeto Social Água Vida estará nesta quarta-feira (24) na feira livre do bairro Morumbi e em uma reunião comunitária, às 19h de quinta-feira (25), com moradores da comunidade Olhos D’Água. Serão novas oportunidades para a população conhecer a iniciativa do Departamento Municipal de Água e Esgoto (Dmae), que pretende promover melhorias sociais relacionadas à qualidade de vida, geração de emprego e renda para os moradores do entorno do Sistema de Água Capim Branco.

A apresentação do projeto em feiras livres é feita uma vez por mês no Morumbi e no Dom Almir. Além das feiras, o Água Vida ainda é tema de reuniões comunitárias, como a que aconteceu na segunda-feira (22) na Tenda dos Morenos.

Mais perto da população

Na noite desta segunda-feira (22), integrantes do Projeto Social Água Vida se reuniram com a comunidade da Tenda do Moreno e ouviram diversas sugestões. “Nas reuniões, destacamos que é um projeto social que visa melhorar a qualidade de vida da população. Os próprios moradores apresentam ideias que vão tomar a forma de projetos para atender as necessidades deles”, explicou um dos representantes, Geraldo Sílvio.

O presidente do Conselho Comunitário da Tenda do Moreno, Diógenes Pereira da Silva, destacou que a reunião foi proveitosa. “O projeto é em benefício da comunidade. Assim, ela estando presente e apresentando sugestões, é uma ação muito oportuna. Fizemos várias propostas, como a questão da segurança para a comunidade e melhorias na iluminação.”

A moradora Ana Maria Rastrello, sugeriu a oferta de cursos profissionalizantes para jovens e adultos para melhorar a renda. “É uma opção das pessoas que não estão envolvidas com a lida no campo desenvolver outro tipo de trabalho”, afirmou.

Já Aniceto Pereira de Souza, produtor rural, destacou a importância de realizar cursos e palestras voltados ao cooperativismo. “Nossa ideia é plantar uma semente do cooperativismo, estimulando a nossa região que é de produtores de banana, para montarmos uma mini-indústria, fazer doces e envolver todos da família”, disse.

Compartilhe:
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Destaques

All articles loaded
No more articles to load

Veja Também

All articles loaded
No more articles to load