Notícias

Comissão de especialistas inicia seleção de apresentações do 27º Festival de Dança

Trio de renome nacional analisará 209 trabalhos de dançarinos de todo país até sexta (9)
5 de agosto de 2019
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

As apresentações que serão realizadas durante o 27º Festival de Dança do Triângulo começaram a ser definidas na manhã desta segunda-feira (5).  Serão 209 coreografias apreciadas por uma comissão de especialistas de renome nacional até sexta-feira (9), na Oficina Cultural. O evento realizado pela Secretaria Municipal de Cultura agitará a cidade em agosto, setembro, outubro e novembro deste ano.

Através do olhar crítico dos coreógrafos e dançarinos Zeca Rodrigues (Cubatão-SP), Fabrício Dabke (Rio de Janeiro – RJ) e Jamerson Lima (Caldas Novas-GO), o público poderá curtir o melhor do balé de repertório, balé, dança moderna, dança contemporânea, dança de salão, danças urbanas, danças étnicas, sapateado, jazz e dança de composição livre.

Para as mostras, a seleção ocorre sem quantidade mínima de selecionados para as categorias infantil e amador. Já para o grupo profissional, novidade nesta edição, serão escolhidos grupos que se apresentarão em uma mostra competitiva com premiação. Na modalidade espetáculo, serão três selecionados para se apresentarem com cachê de R$ 8 mil.

Com 30 anos de experiência e conhecido nacionalmente pelo destaque no jazz, o coreógrafo paulista Zeca Rodrigues participou pela primeira vez do Festival integrando a banca de especialistas. “O Festival é famoso pela importância que dá à dança e à qualidade dos trabalhos. Na hora de selecionarmos os trabalhos, pensamos no que será de melhor em espetáculo para o público. Priorizamos a qualidade técnica e artística. Buscamos trabalhos que ofereçam, além da beleza estética, informação e retratem a maneira com que os coreógrafos enxergam a arte e a coloque no palco”, destacou.

O Festival

Com a temática “Expressões artísticas com olhar social”, o 27º Festival de Dança do Triângulo explora uma programação envolvendo profissionais de renome nacional e regional, com a execução de oficinas gratuitas, mostras de dança, palcos livres e intervenções.

“Esse ano o festival vem fortemente com uma característica das oficinas pedagógicas de longa duração em pontos diferentes da cidade, abrangendo diversos públicos. Uma novidade deste ano é a premiação em recursos financeiros de acordo com o que for escolhida pela comissão. Estamos com uma expectativa muito boa. Houve um número grande inscrições de vários locais do nosso país”, destacou a secretária municipal de Cultura, Monica Debs.

Compartilhe:
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Veja Também