Notícias

Comissão de especialistas inicia seleção de apresentações do 27º Festival de Dança

Trio de renome nacional analisará 209 trabalhos de dançarinos de todo país até sexta (9)
5 de agosto de 2019

As apresentações que serão realizadas durante o 27º Festival de Dança do Triângulo começaram a ser definidas na manhã desta segunda-feira (5).  Serão 209 coreografias apreciadas por uma comissão de especialistas de renome nacional até sexta-feira (9), na Oficina Cultural. O evento realizado pela Secretaria Municipal de Cultura agitará a cidade em agosto, setembro, outubro e novembro deste ano.

Através do olhar crítico dos coreógrafos e dançarinos Zeca Rodrigues (Cubatão-SP), Fabrício Dabke (Rio de Janeiro – RJ) e Jamerson Lima (Caldas Novas-GO), o público poderá curtir o melhor do balé de repertório, balé, dança moderna, dança contemporânea, dança de salão, danças urbanas, danças étnicas, sapateado, jazz e dança de composição livre.

Para as mostras, a seleção ocorre sem quantidade mínima de selecionados para as categorias infantil e amador. Já para o grupo profissional, novidade nesta edição, serão escolhidos grupos que se apresentarão em uma mostra competitiva com premiação. Na modalidade espetáculo, serão três selecionados para se apresentarem com cachê de R$ 8 mil.

Com 30 anos de experiência e conhecido nacionalmente pelo destaque no jazz, o coreógrafo paulista Zeca Rodrigues participou pela primeira vez do Festival integrando a banca de especialistas. “O Festival é famoso pela importância que dá à dança e à qualidade dos trabalhos. Na hora de selecionarmos os trabalhos, pensamos no que será de melhor em espetáculo para o público. Priorizamos a qualidade técnica e artística. Buscamos trabalhos que ofereçam, além da beleza estética, informação e retratem a maneira com que os coreógrafos enxergam a arte e a coloque no palco”, destacou.

O Festival

Com a temática “Expressões artísticas com olhar social”, o 27º Festival de Dança do Triângulo explora uma programação envolvendo profissionais de renome nacional e regional, com a execução de oficinas gratuitas, mostras de dança, palcos livres e intervenções.

“Esse ano o festival vem fortemente com uma característica das oficinas pedagógicas de longa duração em pontos diferentes da cidade, abrangendo diversos públicos. Uma novidade deste ano é a premiação em recursos financeiros de acordo com o que for escolhida pela comissão. Estamos com uma expectativa muito boa. Houve um número grande inscrições de vários locais do nosso país”, destacou a secretária municipal de Cultura, Monica Debs.

Veja Também

Para melhorar a sua experiência na plataforma e prover serviços personalizados, utilizamos cookies. Ao aceitar, você terá acesso a todas as funcionalidades do site. Se clicar em "Rejeitar Cookies", os cookies que não forem estritamente necessários serão desativados. Para escolher quais quer autorizar, clique em "Gerenciar cookies". Saiba mais em nossa Declaração de Cookies.

Configurações avançadas de cookies

Para melhorar a sua experiência na plataforma e prover serviços personalizados, utilizamos cookies.

Cookies estritamente necessários

Esses cookies permitem funcionalidades essenciais, tais como segurança, verificação de identidade e gestão de rede. Esses cookies não podem ser desativados em nossos sistemas. Embora sejam necessários, você pode bloquear esses cookies diretamente no seu navegador, mas isso pode comprometer sua experiência e prejudicar o funcionamento do site.

Cookies de terceiros

O portal uberlandia.mg.gov.br não tem controle sobre quais cookies de terceiros serão ativados. Alguns cookies de terceiros que podem ser encontrados ao acessar o portal:
Domínios: Google, Youtube, consulte mais em