Notícias

Conass conhece método de atendimento amplo e otimizado a idosos

Ação do grupo de autocuidado apoiado foi realizada na UAI São Jorge nesta quinta-feira (8)
9 de agosto de 2019
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

A rotina dos pacientes atendidos pelo grupo de atenção contínua e autocuidado apoiado, da Secretaria Municipal de Saúde, foi vivenciada por profissionais do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass), na manhã desta quinta-feira (8), no segundo dia do Seminário do Centro Colaborador de Planificação da Atenção à Saúde (PAS)/Conass. A atividade, “Acompanhamento do Ciclo de Atenção Contínua com Idosos Frágeis”, ocorreu na Unidade de Atendimento Integrado (UAI) do bairro São Jorge.

O grupo de atenção contínua e autocuidado apoiado tem como público idosos, especialmente os hipertensos e diabéticos, atendidos nas unidades de saúde do setor sul. Trata-sede um programa interdisciplinar, que avalia as condições de saúde de cada pessoa, por meio do Índice de Vulnerabilidade Clínico-funcional (IVCF-20), e oferece um serviço interdisciplinar, aliando o atendimento por especialistas a ações desenvolvidas pela equipe de atenção primária para elaborar um plano de cuidado para que os pacientes sejam ativos no tratamento.

À disposição do grupo estão clínico geral, cardiologista, endocrinologista, geriatra, enfermeiro, farmacêutico, assistente social, psicólogo, dentista, oftalmologista, educador físico e nutricionista. A aposentada Coleta Tavares aprovou a iniciativa. “É muito bom ter essa assistência do que precisamos. Todos os profissionais nos dão atenção e me sinto satisfeita. O atendimento é muito bom”, avaliou.

Conass

Tido como centro colaborador do Conass, para desenvolvimento, testes e capacitação de ações necessárias para impulsionar o planejamento dos atendimentos em saúde, Uberlândia sedia um seminário sobre o tema até sexta-feira (9), quando o mutirão “Trem da Saúde do Idoso” vai encerrar as atividades.

O intuito do seminário é apresentar os processos de trabalho implantados desde 2017 na rede de saúde de Uberlândia por meio do projeto Qualifica SaUDI. O evento destaca bons exemplos em administração, gestão da saúde e melhorias no acesso da comunidade à atenção primária, destacando o papel fundamental que a saúde em Uberlândia tem para nortear ações em municípios dos 24 estados que já aderiram ao método.

A facilitadora do Conass em Goiás, Sonia Maria Souza, acompanhou de perto a atividade desta quinta-feira na UAI São Jorge e viu de perto a qualidade do serviço oferecido por meio do grupo de atenção contínua e autocuidado apoiado. “É uma experiência fantástica, sabemos que tem um resultado muito positivo. Ao invés de o usuário ir daqui a seis meses ao especialista, ele passa por todos os profissionais no mesmo dia. É um ganho fantástico para a equipe, que atinge um resultado positivo, e para o usuário, que desgasta menos tempo e consegue uma resposta satisfatória”, ressaltou.

Compartilhe:
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Veja Também

All articles loaded
No more articles to load