Notícias

Escolas municipais realizam atividades alusivas ao aniversário da cidade

Programação é variada e acontece em todas as unidades de ensino
27 de agosto de 2019
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Cleiton Borges / Secretaria Municipal de Governo e Comunicação

 As escolas municipais entraram em clima de comemoração pelos 131 anos de Uberlândia. Para celebrar a data e promover noções de cidadania aos alunos, diversas atividades têm sido realizadas pela Secretaria Municipal de Educação durante todo o mês. Nesta semana, as ações devem ser intensificadas, com direito a apresentações culturais com o hino de Uberlândia, visitas a pontos turísticos, realização de trabalhos especiais sobre a história da cidade, entre outras programações especiais.

“Nossos professores e diretores buscaram estratégias pedagógicas lúdicas para trabalhar essa data junto a nossos alunos, o que cumpre a determinação do prefeito Odelmo Leão. A intenção é levar a eles a história da nossa cidade para que os alunos saibam mais sobre onde vivem”, relatou a secretária à frente da pasta, Tania Toledo.

Aprendizado em família

Nas escolas também estão sendo intensificados os momentos cívicos, concursos culturais, paródias, fotografias, histórias, entre diversas outras atividades. Um dos exemplos é a Escola Municipal Sebastiana Silveira Pinto, que levou às crianças e familiares uma experiência cultural diferente: a construção de maquetes que representam os pontos turísticos da cidade.

“O que é bom é que é um momento em que a família fica mais próxima da criança, sentando para interagir com ela. A gente vê que durante a execução do trabalho, pais, mães ou responsáveis têm a oportunidade de aumentar sua sintonia com os filhos por meio da construção das maquetes”, destacou a diretora da escola, Rosana Rodrigues de Souza.

Segundo o professor que introduziu a ideia, Ronaldo dos Santos, os resultados foram positivos. “Primeiramente para conhecer nossa cidade e ver o que temos de valor em Uberlândia, tanto no presente quanto no passado. Em segundo lugar, os meninos descobriram coisas e personagens incríveis que nos representaram fora do país e que às vezes não são tão conhecidas no dia a dia”, pontuou.

Para os alunos, o aprendizado foi visto com bons olhos, como é o caso de  Emelyn Ferreira, de 10 anos, que fez uma maquete da Igreja de Nossa Senhora do Rosário. “Eu pesquisei sobre ela, vi que é um ponto importante da cidade, onde tem o congado. Acho muito legal conhecer a cidade que moro, que eu nasci e a cultura de Uberlândia”, relatou.

Compartilhe:
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Veja Também