Notícias

Projeto Frutas Sazonais leva mais opções de frutas a alunos

Em setembro, o melão é a novidade nos cardápios oferecidos nas escolas municipais
10 de setembro de 2019
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Foto: Araípedes Luz - Secretaria Municipal de Governo e Comunicação

 Uma novidade começou a ser disponibilizada para os alunos das 124 escolas da Prefeitura de Uberlândia a partir desta terça-feira (10). Trata-se do melão, fruta que se soma às outras já incluídas no cardápio e que contribui para deixar a merenda ainda mais nutritiva. O alimento é mais uma das opções que a administração municipal disponibiliza por meio projeto Frutas Sazonais, que neste ano já levou mexerica para as cantinas escolares, deixando as refeições ainda melhores, mais diversificadas e saborosas. Destaca-se que durante todo o ano, outras frutas fazem parte do cardápio permanente, como bananas, mamões e laranjas.

Ao todo foram adquiridos mais de 1.800 quilos de melão, sem onerar o valor da merenda. “É uma fruta que possibilita várias formas de consumo, como em pedaços ou suco. Nesta época do ano, que está fazendo calor, ele também ajuda a hidratar o corpo e contribui para proteger o sistema imunológico”, destacou a coordenadora do Programa Municipal de Alimentação Escolar (Pmae), Tânia Martinelli, da Secretaria Municipal de Educação (SME).

Para viabilizar Frutas Sazonais, o Pmae averigua a tabela de disponibilidade dos itens no mercado. Quando a produção agrícola de algum produto está em grande escala, geralmente os preços ficam mais acessíveis. As opções variam de acordo com a época do ano e, para os próximos meses, a expectativa é que mangas sejam servidas para os alunos. Atualmente, a SME oferece 24 tipos de frutas, verduras e legumes no cardápio permanente, além de alimentação básica, ovos e carnes bovina e de frango.

  Uma das unidades que receberam os melões foi a Escola Municipal Maria Pacheco Rezende, no bairro Santa Mônica, onde duas caixas foram entregues. Segundo a diretora da unidade, Teodora Carvalho, será decidida a melhor forma de servir a fruta de acordo com as instruções repassadas pelo Pmae. “Com certeza as crianças vão gostar e se interessar ainda mais pelos lanches”, disse.

Foto: Araípedes Luz – Secretaria Municipal de Governo e Comunicação

Particularidades da merenda escolar municipal

Os cuidados com a merenda escolar fazem parte da rotina do governo municipal. Para garantir lanches adequados aos seus alunos, o Pmae conta com uma equipe de nutricionistas que desenvolve cinco tipos de cardápios. As refeições variam de acordo com a faixa etária dos alunos e o período que eles permanecem nas escolas (manhã, tarde ou integral). Além disso, as escolas também são preparadas para atender alunos com diferentes características nutricionais, como intolerância à lactose, diabetes e hipertensão.

Outro diferencial é a aquisição dos hortifrutis. O segmento é atendido principalmente por famílias da zona rural, que fornecem ingredientes provenientes da agricultura familiar. As aquisições obedecem à Resolução 26/2013, do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), vinculado ao Ministério da Educação (MEC). O documento regulamenta que, do total dos recursos financeiros repassados pelo FNDE, no âmbito do Programa Nacional de Alimentação Escolar (Pnae), no mínimo 30% deve ser utilizado na aquisição de gêneros provenientes da agricultura familiar.

Compartilhe:
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Veja Também

All articles loaded
No more articles to load