Notícias

Reforma de sala que receberá hemodinâmica no Hospital Municipal avança

Local receberá o equipamento que permitirá ao Município realizar procedimentos em cardiologia
18 de setembro de 2019
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Marco Crepaldi/Secretaria Municipal de Governo e Comunicação

A reforma da sala que abrigará um sistema de hemodinâmica, no Hospital e Maternidade Municipal Doutor Odelmo Leão Carneiro, avança com o compromisso de oferecer agilidade em procedimentos de cardiologia à população. O trabalho foi iniciado na última semana. O serviço, realizado por meio de um investimento de R$ 250 mil da Secretaria Municipal de Saúde, está a cargo da empresa uberlandense vencedora de licitação, Lok Service Tecnologia. A Secretaria Municipal de Obras fiscaliza a execução dos trabalhos.

A hemodinâmica possibilita exames de cateterismo e arteriografia, além do procedimento de angioplastia. A previsão é de que a instalação ocorra até o fim de novembro. A sala do sistema de hemodinâmica será dividida em três áreas: sala de exames e procedimentos cirúrgicos (onde ficará o equipamento), sala de comando (onde permanecem os técnicos que auxiliam os médicos) e sala técnica, para abrigar os painéis elétricos.

Marco Crepaldi/Secretaria Municipal de Governo e Comunicação

A reforma começou com isolamento dos sistemas hidráulico, elétrico, de gás medicinal e detector de incêndio. Simultaneamente, está sendo realizada a demolição de paredes e remoção do piso. Posteriormente, o espaço começará a ganhar as novas características funcionais e estéticas: parede de alvenaria com proteção radiológica, portas de chumbo, reforço no piso de concreto da laje para sustentar o sistema. Haverá também instalação de um ar condicionado especial, com a potência adequada e controle de umidade.

Marco Crepaldi/Secretaria Municipal de Governo e Comunicação

Agilidade nos atendimentos

ordem de serviço foi assinada pelo Odelmo Leão no início de setembro. Ele destaca que o sistema de hemodinâmica possibilitará a descentralização dos serviços realizados duas vezes por semana no Hospital de Clínicas da Universidade Federal de Uberlândia (HC-UFU). 

“Ter a hemodinâmica no Hospital e Maternidade Municipal significa um avanço e também o atendimento a uma demanda da nossa população, já que queremos diminuir o tempo de espera. O município tem feito sua parte para melhorar a saúde pública de Uberlândia. Esses atendimentos de alta complexidade deveriam ser de responsabilidade do Estado. No entanto, em respeito ao povo de Uberlândia, estamos viabilizando mais esse serviço”, afirmou o prefeito.

Em 2018, o Hospital Municipal deu início à realização das cirurgias cardíacas simples, representando um grande passo para o credenciamento junto ao Ministério da Saúde, que segue em andamento. Com isso, o município passa a receber recursos federais, que garantirão a continuidade do atendimento à população.

Hospital Municipal

Certificado em nível 2 pela Organização Nacional de Acreditação (ONA), o Hospital Municipal atende os critérios de segurança exigidos, com gestão integrada, bem como qualidade nos serviços prestados. Por conta dessa avaliação, Uberlândia tornou-se, em 2017, a única cidade do Triângulo Mineiro com hospital público reconhecido no Brasil. Inaugurado em 2010, o complexo conta com 236 leitos, sendo 40 de Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) adulto e 10 de UTIs neonatal.

Compartilhe:
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Veja Também

All articles loaded
No more articles to load