Notícias

Paratletas que estiveram no Parapan de Lima visitam Prefeitura

Atletas, técnicos, dirigentes de associações e servidores da Futel participaram do evento
20 de setembro de 2019

Na tarde desta sexta-feira (20), os paratletas uberlandenses que participaram dos Jogos Parapan-Americanos realizados em Lima, no Peru, no mês de agosto. No total, os uberlandenses conquistaram 29 medalhas, sendo dez delas obtidas por paratletas de associações parceiras da Fundação Uberlandense do Turismo, Esporte e Lazer (Futel). Também participou do encontro o carateca da Futel, Daniel Borges, portador de síndrome de down, que neste mês foi pentacampeão brasileiro de Kata PCD (Pessoas com Deficiência).

Os medalhistas

Os paratletas da CDDU/Futel que conquistaram medalhas foram: Lara Ferreira, prata na categoria até 41 kg do halterofilismo; Luciano Dantas, prata na categoria de até 59 kg do halterofilismo; Amanda Sousa, bronze na categoria até 73 kg do halterofilismo; Rodrigo Marques, bronze na categoria combinada de 88 kg e 97 kg do halterofilismo; Mateus Silva, bronze na categoria 107 kg do halterofilismo; Mateus Carvalho e seu calheiro Oscar Carvalho, prata na bocha individual e o ouro na bocha por equipe.

Já os premiados da Aparu/Futel foram Mauro Evaristo de Sousa (Aparu/Futel), ouro no arremesso do peso F63 e Rodrigo Parreira (Aparu/Futel), ouro no salto em distância e prata nos 100 metros rasos.

Também conquistaram medalhas os paratletas de natação do Praia Clube Vanilton Nascimento Filho (ouro no revezamento 4 x 100 medley, ouro no revezamento 4 x 100 livre, ouro nos 100 metros borboleta, prata nos 100 metros livre, bronze nos 400 metros livre e bronze nos 50 metros livre), Laila Garcia (ouro nos 100 metros peito, ouro nos 200 metros medley, prata no revezamento 4 x 100 medley, prata nos 50 metros livre, prata nos 100 metros livre, bronze nos 400 metros livre e bronze no revezamento 4 x 100 livre) e Guilherme Batista Silva (prata nos 100 metros peito, prata nos 400 metros livre, bronze nos 50 metros livre e bronze nos 200 metros medley. Sem contar o paratleta de ciclismo Eduardo Pimenta (ouro na prova de ciclismo na estrada e prata na prova contra relógio). 

O Brasil ficou em primeiro lugar no geral ao conquistar 308 medalhas (124 ouros, 99 pratas e 85 bronzes) e obter a melhor campanha de todos os tempos em Parapan-Americanos, ultrapassando o recorde do México, que havia conquistado 307 medalhas em 1999.

Veja Também

Para melhorar a sua experiência na plataforma e prover serviços personalizados, utilizamos cookies. Ao aceitar, você terá acesso a todas as funcionalidades do site. Se clicar em "Rejeitar Cookies", os cookies que não forem estritamente necessários serão desativados. Para escolher quais quer autorizar, clique em "Gerenciar cookies". Saiba mais em nossa Declaração de Cookies.

Configurações avançadas de cookies

Para melhorar a sua experiência na plataforma e prover serviços personalizados, utilizamos cookies.

Cookies estritamente necessários

Esses cookies permitem funcionalidades essenciais, tais como segurança, verificação de identidade e gestão de rede. Esses cookies não podem ser desativados em nossos sistemas. Embora sejam necessários, você pode bloquear esses cookies diretamente no seu navegador, mas isso pode comprometer sua experiência e prejudicar o funcionamento do site.

Cookies de terceiros

O portal uberlandia.mg.gov.br não tem controle sobre quais cookies de terceiros serão ativados. Alguns cookies de terceiros que podem ser encontrados ao acessar o portal:
Domínios: Google, Youtube, consulte mais em