Notícias

Dmae realiza audiência sobre o Plano Municipal de Saneamento

Encontro será no auditório Cícero Diniz nesta sexta-feira (27) às 18h
25 de setembro de 2019
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Visão geral da ETE Uberabinha, responsável pelo tratamento do esgoto na cidade | Foto: Marlúcio Ferreira

A versão preliminar consolidada da Revisão do Plano Municipal de Saneamento Básico está disponível no portal da Prefeitura e na página do Dmae desde o dia 13 de setembro. A proposta contém informações sobre o manejo e destinação de resíduos sólidos, o abastecimento de água potável, a drenagem e o manejo de águas pluviais urbanas, a coleta e tratamento de esgoto e iniciativas de educação ambiental, entre outras ações.

A partir das 18h desta sexta-feira (27), a Prefeitura de Uberlândia, por meio do Departamento Municipal de Água e Esgoto (Dmae), realizará uma audiência pública sobre o Plano Municipal de Saneamento Básico (PMSB), que passa por processo de revisão. Será o momento de debater, junto às autoridades, profissionais da área e sociedade, as principais ações que deverão nortear o serviço de saneamento no município pelos próximos anos. A iniciativa acontece no Auditório Cícero Diniz, no Centro Administrativo Municipal.

Os interessados em contribuir ainda podem enviar sugestões pelo e-mail diagnosticosaneamento@uberlandia.mg.gov.br. Todos os comentários serão avaliados pelo Comitê Técnico de Regulação dos Serviços Municipais de Saneamento Básico (Cresan).

Após as contribuições e sugestões recebidas na audiência pública, a consultoria contratada para execução do trabalho fará a edição da versão final para a aprovação formal pelo Cresan em reunião ordinária ou extraordinária. Com a versão aprovada, o documento será homologado por decreto.

Uberlândia foi a primeira de Minas Gerais a implantar o plano, instituído pela Lei nº 11.291/2012 (durante a segunda gestão do prefeito Odelmo Leão). Na época, a iniciativa não se restringiu às áreas de abastecimento de água e esgoto, incluindo também limpeza urbana e manejo de resíduos sólidos, além de drenagem e manejo de águas pluviais.

Ranking

saneamento é tratado como prioridade em Uberlândia. A revisão do plano é resultado de uma administração responsável, que se baseia em planejamento para identificar e atender as demandas ao longo dos anos. Graças a essas ações, o município é o 3ª melhor em tratamento de água e esgoto no país, sendo a primeira cidade de Minas Gerais em saneamento básico, conforme dados do Instituto Trata Brasil.

Hoje, 100% dos imóveis regulares na cidade são abastecidos com água e 98% contam com coleta e tratamento de esgoto. Os 2% restantes se referem às chácaras. Vale ressaltar que o investimento em saneamento básico, além de garantir condições dignas de moradia, é também uma importante medida de saúde pública.

Universalização

Uberlândia está, pelo segundo ano consecutivo, na lista de municípios brasileiros de grande porte (mais de 100 mil habitantes) com as melhores pontuações do ranking Universalização do Saneamento Básico da Associação Brasileira de Engenharia Sanitária Ambiental (Abes), edição de 2019. A segunda maior cidade do estado integra a categoria “Rumo à Universalização”, ou seja, a população tem acesso aos serviços de abastecimento de água, coleta de esgoto, tratamento de esgoto, coleta e destinação correta de resíduos sólidos. Dessa maneira, permite identificar o quão próximo os municípios estão da universalização do saneamento, ou seja, próximo dos 100%.

Compartilhe:
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Veja Também