Notícias

Instituto de Conservação de Animais Silvestres de Mato Grosso do Sul visita Fazendinha Águas Vivas

Equipe do Dmae mostra o trabalho de educação ambiental realizado pelos programas Buriti e Escola Água Cidadã
2 de outubro de 2019
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Comunicação Dmae

Para falar sobre ações de educação ambiental e preservação de nascentes,  a Fazendinha Águas Vivas recebeu na manhã de hoje (2), um encontro entre a equipe da Gerência Ambiental do Departamento Municipal de Água e Esgoto (Dmae) e representantes do Instituto de Conservação de Animais Silvestres (ICAS) de Mato Grosso do Sul (MS). Na ocasião, também estiveram presentes profissionais do Programa Escola Água Cidadã (Peac) e do Programa Buriti.

De acordo com a educadora ambiental do ICAS, Andréia Nasser Figueiredo, o objetivo da visita é conhecer mais sobre as atividades de educação ambiental do Dmae para aplicar a experiencia exitosa na Educação Ambiental e Criatividade (Fuba), localizada em São Carlos (SP) e responsável por parte de educação ambiental do ICAS. “Mais do que uma visita técnica, buscamos a colaboração do Dmae e ainda estabelecer parcerias”, completa.

Sobre o ICAS

O Instituto de Conservação de Animais Silvestres (ICAS), com sede no Mato Grosso do Sul e atuação em diversas áreas do Brasil, foi criado para apoiar projetos que favoreçam a biodiversidade no Brasil. O instituto tem fico na conservação de duas espécies da fauna, o tatu-canastra e o tamanduá-bandeira, através dos Projetos Tatu-Canastra e Bandeiras e Rodovias. Para saber mais sobre o programa, acesse: https://www.icasconservation.org.br/

Compartilhe:
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Veja Também