Notícias

Paratletas de Uberlândia conquistam três medalhas no Brasileiro de Bocha Paralímpica

Cristiano Pereira Silva (Aparu/Futel) conquistou duas pratas e Mateus Carvalho (CDDU/Futel) mais uma
17 de novembro de 2019
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Paratletas de associações parceiras da Fundação Uberlandense do Turismo, Esporte e Lazer (Futel) conquistaram, neste fim de semana, três medalhas no Campeonato Brasileiro de Bocha Paralímpica, disputado em São Paulo, no Centro de Treinamento Paralímpico. Cristiano Pereira Silva, da Associação dos Paraplégicos de Uberlândia (Aparu/Futel) conquistou duas medalhas de prata, sendo uma na competição individual e outra na de equipe. Já Mateus Carvalho e o calheiro Oscar Carvalho, do Clube Desportivo para Deficientes de Uberlândia (CDDU/Futel), obtiveram uma medalha de prata na prova individual. Também representaram Uberlândia na competição os paratletas da Aparu/Futel, Douglas da Cunha Santos, Gustavo Souza, Luiz Humberto Naves Filho e Pedro Henrique Pereira.

De acordo com o técnico da Futel, Glênio Fernandes, treinador de bocha das equipes, o desempenho alcançado foi excelente. “É uma competição de nível altíssimo, com 87 atletas, de 36 clubes de todo o país. Portanto, sairmos do campeonato com três medalhas é uma conquista muito significativa”, ressalta.

“É mais um campeonato encerrado com uma medalha no peito, o que, para mim, é motivo de muito orgulho. Conquistas como essa me motivam a continuar me dedicando cada vez mais ao paradesporto, em busca de uma constante evolução”, afirma Mateus Carvalho, que neste ano também conquistou duas medalhas nos Jogos Parapan-Americanos de Lima, no Peru.

“Poder representar Uberlândia em uma competição tão grande é uma grande honra para mim. Estou muito feliz com o resultado alcançado, já que o campeonato reuniu os melhores paratletas de bocha do país. Também fico feliz com o apoio dado pela Prefeitura de Uberlândia ao paradesporto de nossa cidade, pois isso faz toda a diferença para nós”, completa Cristiano Pereira Silva.

Compartilhe:
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Veja Também