Notícias

Novembro Verde reúne população em evento para divulgar práticas homeopáticas

Secretaria Municipal de Saúde ofereceu palestras e mesa-redonda para cerca de 80 pessoas
28 de novembro de 2019
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Para fomentar a reflexão acerca de formas de tratamentos naturais, a Secretaria Municipal de Saúde realizou, na manhã desta quinta-feira (28), o primeiro “Novembro Verde – Trate-se Com Homeopatia”, no Auditório Cícero Diniz do Centro Administrativo. O evento tem o objetivo de abordar verdades e mitos do método terapêutico; as semelhanças e diferenças entre homeopáticos, fitoterápicos e florais; e os avanços, desafios e perspectivas da utilização da prática no Sistema único de Saúde (SUS).

Cerca de 80 pessoas, entre profissionais, estudantes e professores da área da saúde e comunidade em geral, participaram das palestras e mesa-redonda com médicos e farmacêuticos do Centro de Referência das Práticas Integrativas e Complementares em Saúde (PICS).

Desde 2016, as PICS fazem parte dos serviços de saúde pública em Uberlândia. A enfermeira coordenadora da rede, Wilma Nunes, destaca que, graças à homeopatia, a busca pela cura passa a ser dividida com o paciente, instigando à mudança do estilo de vida.

“As Práticas Integrativas atendem hoje cerca de 20 mil pacientes por ano. Temos percebido em vários pacientes a diminuição no uso de analgésicos, antialérgicos e anti-inflamatórios. As falas dos pacientes mostram uma melhoria em que eles conseguem resolver os problemas com medicação mais simples, e não focado somente na doença, mas na melhoria como um todo”, explicou.

Foto: Araípedes Luz – Secretaria Municipal de Governo e Comunicação

Uma das palestras foi ministrada pelo médico homeopata do Centro de Referência das PICS, Rogério Ferreira Guimarães. A temática verdades e mitos é, para ele, fundamental para que as práticas integrativas e complementares cheguem a mais pessoas. “A homeopatia, infelizmente, ainda é pouco conhecida de maneira geral, gerando confusão sobre alguns conceitos de homeopatia com fitoterapia e florais. O objetivo é esclarecer de uma maneira mais profunda as dificuldades dessas determinadas práticas, desmistificando e esclarecendo o entendimento”, afirmou.

Presente no evento, a instrutora infantil Claudete de Fátima teve contato com a homeopatia há três anos para auxiliar no tratamento da fibromialgia e dores na coluna. Ela atesta que a prática traz bons e amplos resultados. “É um tratamento demorado, mas que se vê um resultado muito bom. Não sinto mais dores fortes sem saber o que fazer, os homeopáticos acalmam e fazem lidar com mais tranquilidade, por meio dos florais e pomadas”, disse.

Novembro Verde

Criada em 1789 pelo médico alemão Samuel Frederic Hahnemann, a homeopatia atua por meio de estímulos energéticos desencadeados por medicamentos homeopáticos com o intuito de reequilibrar a energia vital das pessoas, de maneira amena e sem efeitos adversos. Foi introduzida ao Brasil em 21 de novembro de 1840, pelo médico francês Dr. Benoit Jules Mure.

Em 2014, foi criado, em terras baianas, um selo representativo divulgado em meios de comunicação e redes sociais. No ano seguinte, profissionais da Medicina, Odontologia, Farmácia, Medicina Veterinária e Agronomia aderiram à campanha, tornando o Novembro Verde um evento do calendário nacional.

Compartilhe:
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Veja Também