Notícias

Congresso Municipal de Educação reúne representantes do poder público, sociedade civil e profissionais do setor

Com 350 inscritos, evento visa a buscar aprimoramento constante do plano municipal de educação.
29 de novembro de 2019
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Profissionais e representantes da área de educação, bem como integrantes da sociedade civil em Uberlândia, participaram, na noite desta sexta-feira (29), da abertura do Congresso Municipal de Educação, organizado pela Prefeitura de Uberlândia no anfiteatro da Universidade Federal de Uberlândia, no campus Santa Mônica. O evento segue até este sábado (30), quando acontecem os grupos de trabalho e a plenária geral para votar as propostas sobre o plano municipal de educação.

Para esta edição, a abordagem se concentra em seis eixos temáticos: Sistema Municipal de Ensino, Educação Inclusiva, Qualidade da Educação, Gestão Democrática, Valorização dos Trabalhadores da Educação e Financiamento da Educação.

O plano considera o conhecimento a cerca da realidade municipal em consonância com o estabelecido pelo plano nacional de educação. De acordo com a secretária municipal de Educação, Tânia Toledo, o PME é um compromisso com a sociedade na continuidade das ações visando a formar um conjunto coerente, integrado e articulado para que o acesso à educação de qualidade seja garantido para todos.

“Daqui nascem ideias e propostas que culminam em ações concretas e efetivas visando ao aprimoramento de esforços por uma educação de qualidade, emancipatória, que forme com plenitude cidadãos críticos, capazes de promover mudanças benéficas à sociedade de forma a torná-la mais igualitária e historicamente mais digna e justa com todos os segmentos que a compõem”, afirmou, Tânia Toledo.

A cada dois anos, o plano municipal de educação, que tem vigência até 2025, é monitorado pelos profissionais do Município. Neste ano, é o momento de avaliar as propostas do documento e, caso necessário, revisar as metas, diretrizes e estratégias de maneira democrática. “Quando a educação dá certo, ela dá certo em todos os níveis e todos os alunos são beneficiados sempre. O nosso desejo é que o evento seja produtivo e fazer com alegria traz aos alunos excelentes resultados”, disse o representante da Superintendência Regional de Ensino, Marcel Martins.

A efetivação das diretrizes e metas estabelecidas no PME conta com a participação, o acompanhamento e a avaliação da sociedade civil, representada pelo Conselho Municipal de Educação, Câmara Municipal, Conselho Escolar, sindicatos e associações dos trabalhadores da educação, pais e responsáveis de alunos e todos os cidadãos que, de alguma forma, estejam envolvidos no processo educacional.

Compartilhe:
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Veja Também