Notícias

Servidoras que atuam na merenda escolar participam de aula show com chefe

Evento marcou o encerramento da 2ª edição do Curso de Manipulação de Alimentos e beneficiou 100 auxiliares de serviços gerais (ASAs)
5 de dezembro de 2019
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Nesta quinta-feira (5), 100 auxiliares de serviços gerais responsáveis pela merenda escolas de escolas municipais e organizações de sociedade civil (OSCs) participaram de uma aula show de culinária com o renomado chefe de cozinha, especialista em alimentação saudável, José Henrique Pareja. O evento aconteceu durante a tarde no Centro Municipal de Estudos e Projetos Educacionais Julieta Diniz (Cemepe) e marcou o encerramento da segunda edição do Curso de Manipulação de Alimentos promovido pelo Programa Municipal de Alimentação Escolar (Pmae).

“Acho extremamente importante falarmos com ‘merendeiras’, porque a gente está pensando primeiro em alimentação saudável, colocar mais plantas, mais vegetais na alimentação. Elas como multiplicadoras dentro das escolas vão funcionar como uma grande potência para levar isso para as crianças, paraos jovens, funcionando até mesmo de forma pedagógica dentro das escolas”, disse o chefe convidado.

Durante a aula show, foram ensinadas as seguintes receitas: purê de inhame, cambotiá ao forno perfumado com alecrim, espaguete de abobrinha, bolo de aveia, suflê de chuchu e guacamole. Essa última receita já adianta uma novidade na merenda escolar de 2020: o abacate. Trata-se de uma das quatro novas frutas entregues pela agricultura familiar que serão incluídas na alimentação dos estudantes municipais no próximo ano.

Foto: Valter de Paula – Secretaria Municipal de Governo e Comunicação / PMU

“A finalidade dessa aula show prática é o aperfeiçoamento nutritivo do cardápio escolar, além de estimular a criação de receitas novas, levar sabores diferentes para a merenda com os produtos que recebemos da agricultura familiar”, destacou a coordenadora do Programa Municipal de Alimentação Escolar (Pmae), Tânia Martinelli, da Secretaria Municipal de Educação (SME).

Há um ano na Escola Municipal Boa Vista, a servidora Leiluce Marques Monteiro revelou que o mais gratificante foi ver como o que ela aprendeu durante os dois meses de curso, que teve início em outubro, refletiu nas crianças. “A gente faz com muito amor. Além de aprender como manipular, refrigerar os alimentos, também aprendemos receitas novas. É muito gostoso a gente ver a carinha das crianças, elas repetindo o prato”, contou.

Curso gratuito

Também novidade na merenda escolar de 2020, a primeira aula desta edição do Curso de Manipulação de Alimentos aconteceu no dia 10 de outubro e teve como tema destaque o ovo caipira e seus benefícios nutricionais. Desde então, durante as quintas-feiras os inscritos participaram de aulas sobre noções de microbiologia, doenças e perigos de origem alimentar, boas práticas de manipulação, conservação dos alimentos, procedimentos operacionais (POPs) e assuntos ligados à alimentação e nutrição. A carga horária foi de 40 horas.

O curso é gratuito e dividido em oito módulos, com aulas teóricas e práticas, cujo conteúdo está de acordo com a resolução 216, publicada em setembro de 2004, pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). A primeira edição de 2019, realizada entre maio e julho, capacitou outros 140 ASAs.

“Temos como prioridade garantir uma alimentação da melhor qualidade para os nossos mais de 70 mil alunos. E, no curso de Manipulação de Alimentos, oferecemos uma atualização para os profissionais que atuam diretamente no preparo da merenda servida nas cantinas”, explicou a secretária de Educação, Tania Toledo.

Compartilhe:
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Veja Também