Notícias

Curso de Aquaponia da Ferub capacita aproximadamente 250 pessoas em 2019

Ultima edição do ano aconteceu nesta sexta-feira (6) com cerca de 30 participantes
6 de dezembro de 2019
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Cleiton Borges – Secretaria Municipal de Governo e Comunicação

A Prefeitura de Uberlândia, por meio da Fundação de Excelência Rural de Uberlândia (Ferub), realizou a 11ª edição do curso de aquaponia, último ofertado em 2019. A aula aconteceu na Fazenda Buriti, localizada no km 63 da BR-050 (na saída para Araguari). Durante esse ano, as capacitações gratuitas beneficiaram aproximadamente 300 pessoas com o passo a passo para implementação da técnica.

Uma essas pessoas foi o cozinheiro Hélio Helio Nunes Moreira, que pretende aprimorar a técnica em seu apartamento. “Em pouco espaço você pode ter uma quantidade de temperos variados e isso é muito importante na culinária, principalmente quando são frescos”, disse.

Cleiton Borges – Secretaria Municipal de Governo e Comunicação

Para Mayer Andrade Santos, engenheiro agrônomo da Ferub que ministrou os cursos durante o ano, a demanda atendeu a expectativa. “É uma técnica de fácil acesso a qualquer pessoa que pretende ter uma boa fonte de alimentos saudáveis em casa. Tivemos em todas as edições ao menos 20 pessoas participando e é isso que esperávamos. Agora é aguardar por novas turmas no ano que vem”, disse. Os participantes aprenderão, na teoria e na prática, a desenvolver um sistema caseiro que alia técnicas de aquicultura (produção de peixes) com a hidroponia (cultivo de plantas com água sem solo).

Como funciona

Na prática, o sistema é realizado da seguinte forma: os peixes são criados em uma caixa d’água. A água suja com dejetos passa por um decantador e flui para outro compartimento, onde há uma bomba d’água, argila expandida e microorganismos que agem e purificam os resíduos. Em seguida, esse líquido é bombeado para câmaras e tubos de cultivo, irrigando automaticamente as hortaliças plantadas. Ao final do processo, a água retorna limpa e apropriada à caixa dos peixes, onde o ciclo é retomado.

Compartilhe:
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Veja Também