Notícias

Centro de Controle de Zoonoses dá orientações para viagens neste fim de ano

Uso de repelentes, vacinação em dia e ações de prevenção para evitar criadouros do mosquito Aedes são fundamentais
19 de dezembro de 2019
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Araípedes Luz/ Secretaria de Governo e Comunicação

Quem vai aproveitar este final de ano para viajar com a família ou amigos deve ficar atento. Para que o feriado prolongado seja tranquilo e com boas recordações, são necessários cuidados básicos e simples com a saúde. Como dezembro é um dos meses mais quentes, intercalado com chuvas intensas, o ambiente é propício ao aparecimento de focos do Aedes aegypti – transmissor da dengue, zika vírus e chikungunya e febre amarela. Por isso, o ideal é não descuidar e seguir todas as medidas de prevenção.

O coordenador do Programa de Controle da Dengue, José Humberto Arruda, do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) da Prefeitura de Uberlândia explica que o cuidado é essencial, uma vez que o Brasil tem registrado muitos casos de doenças transmitidas pelo inseto. “Por isso é importante usar o repelente, independentemente do local para o qual vai viajar, e estar com a vacina da febre amarela em dia, já que o Aedes também transmite essa doença. Se o imóvel ficar vazio, as recomendações que os agentes dão o ano inteiro precisam ser seguidas para evitar que algum objeto acumule água parada e vire um criadouro para o mosquito”, disse Arruda.

Ainda segundo o coordenador, a atenção deve ser redobrada para quem tem piscina em casa e vá viajar. “Os agentes do Programa de Controle da Dengue realizam o trabalho de prevenção nesses casos também. Uma equipe é enviada ao local para fazer o tratamento da piscina e evitar que ali se transforme em um grande criadouro”, explicou.

Araípedes Luz/ Secretaria de Governo e Comunicação

Para mais informações sobre as medidas de prevenção, o morador pode entrar em contato com o CCZ pelo telefone: (34) 3213-1470.

Confira as dicas do Programa de Controle da Dengue e aproveite a viagem com saúde:

Antes de viajar
 – Deixe alguém responsável pelas plantas, bebedouros de animais e vasos sanitários. É necessário vedar ralos e acionar a descarga e as torneiras para a circulação de água. – Retire do quintal outros possíveis criadouros que podem acumular água. – Se tem piscina em casa, tampe-a com uma lona e ligue para o CCZ (34) 3213-1470). A equipe aplicará o larvicida necessário para afastar os mosquitos durante o tempo em que você estiver fora.  – Se a viagem for muito longa, também é importante acionar o CCZ. Agentes do Programa de Controle da Dengue farão um tratamento antes do imóvel ser fechado. O combate tem 40 dias de cobertura. E, quando retornar da viagem, informe à equipe, que irá ao local para reforçar o tratamento. 
Durante a viagem
 – Não se esqueça de aplicar regularmente repelente no rosto, mãos, pescoço, orelhas, pés, tornozelos, nuca e joelhos, particularmente no entardecer. Este é um dos melhores métodos para afastar os mosquitos.  – Use blusas com mangas longas e calças compridas. – Permaneça em locais com redes protetoras nas portas e janelas.

Atenção
 – Caso tenha qualquer sintoma, como gripe intensa, febre alta, dores de cabeça, dores no fundo dos olhos, musculares e articulares, náuseas, vômitos ou manchas na pele, hidrate-se e procure ajuda médica imediatamente. 
Compartilhe:
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Veja Também