Notícias

Prefeitura amplia merenda escolar e reformas de escolas em 2019

Requalificação do programa Digitando o Futuro beneficiou mais de 35 mil alunos da rede municipal com novos computadores
23 de dezembro de 2019
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

A Prefeitura de Uberlândia, por meio da Secretaria Municipal de Educação, encerra o ano de 2019 com diversas melhorias em sua rede de escolas. Implementos na merenda escolar, requalificação do programa Digitando o Futuro e ampliações, reformas e criação de escolas são apenas algumas das novas realidades que fazem parte do processo de ensino e aprendizagem de milhares de alunos.

“Trabalhamos ininterruptamente para atender nossos estudantes de uma forma cada vez melhor. Em 2020, continuaremos empenhados nesta empreitada”, reforçou a secretária municipal de Educação, Tania Toledo.

Programa Digitando o Futuro foi requalificado

Divulgação Secom / PMU 

programa Digitando o Futuro foi requalificado graças à troca de 1,2 mil Unidades Centrais de Processamento (CPUs), monitores e estabilizadores dos computadores dos laboratórios de informática de 53 escolas municipais de ensino fundamental (urbanas e rurais). Ao todo, mais de 35 mil alunos beneficiados foram beneficiados. O Digitando o Futuro foi implantado na rede municipal de ensino em 2007, e possibilita aulas mais dinâmicas nos laboratórios de informática.

Merenda escolar mais diversificada

Divulgação Secom / PMU 

Oferecer merendas escolares cada vez mais saudáveis, nutritivas e saborosas continuou como uma das principais metas. Neste ano, o cardápio dos estudantes teve a inclusão de novos produtos da agricultura familiar, como mandioca e cabotiá processadas e congeladas. Em suas épocas de safras, algumas frutas também fizeram parte dos lanches, como foi o caso do melão. Foi oferecida ainda a quarta edição do Curso de Manipuladores de Alimentos para mais de 140 profissionais que atuam em cantinas escolares, como o objetivo principal de aprimorar cada vez mais a preparação dos alimentos servidos aos alunos.

Melhores espaços físicos

Divulgação Secom / PMU 

Quinze escolas contaram com amplas reformas e intervenções em suas infraestruturas, que resultaram em melhorias no ensino e na aprendizagem. Os espaços foram reformulados e os alunos passaram a ter aulas em locais ainda mais confortáveis. Entre os serviços destacam-se reformas, pinturas, coberturas de quadras para esportes e construção de salas de aulas e outros espaços, como banheiros.

Além disso, todas as escolas municipais receberam serviços do Programa Escola Bem Arrumada, que promoveu reparos nas redes hidráulica e elétrica e em telhados, limpeza de caixas d’águas, pinturas, capinas, roçagens, podas de árvores, sinalizações viárias, recuperações de massas asfálticas próximas às escolas e trabalhos de prevenção e eliminação de criadouros do mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, zika, chikungunya e febre amarela.

Outra ação foi a criação da Escola Municipal Estudante Mirelly Fernandes Souza, bairro Santa Mônica, onde funcionava um anexo da Escola Municipal Milton Magalhães Porto. A nova unidade permitiu melhores atendimentos aos alunos e à população.

A população da região Central agora pode contar com a nova Escola Municipal de Educação Infantil (Emei) Martins. O atual prédio possibilitou um aumento na oferta de vagas de 118%, saltando de 198 estudantes atendidos para 432 crianças com idade entre quatro meses e três anos. As novas instalações contam com 18 cômodos, sendo que 15 salas de aula e mais refeitório, berçário, banheiros e espaços administrativos.

Compartilhe:
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
All articles loaded
No more articles to load

Destaques

Veja Também