Notícias

Reforma da antiga sede da Defensoria Pública avança

Recurso da intervenção é proveniente do orçamento do próprio órgão e a Prefeitura de Uberlândia é a interveniente da verba
21 de janeiro de 2020
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Marco Crepaldi/Secretaria Municipal de Governo e Comunicação

Quem passa pelo Centro de Uberlândia já consegue perceber que a antiga sede da Defensoria Pública do Estado de Minas Gerais está ficando de cara nova. O prédio, localizado na avenida Afonso Pena, começou a ser reformado no ano passado pela empresa GRS Serviços, que venceu a licitação aberta para a execução da obra.

Para a reformar a sede, estão sendo investidos cerca de R$ 370 mil, oriundos do próprio orçamento da Defensoria Pública. A Prefeitura de Uberlândia atua como interveniente da verba, ficando responsável por gerir todo o processo.

Com 70% dos serviços já executados, o local recebeu troca do piso, instalação de uma plataforma elevatória (que vai permitir acessibilidade no segundo andar do prédio), readequação dos banheiros, pintura, colocação do forro de gesso e montagem de 18 aparelhos de ar condicionado. Atualmente, os operários executam serviços de carpintaria, como a instalação de portas e portais, finalizam a instalação das divisórias e demais acabamentos.

Desde março de 2016, a Defensoria Pública funciona em um imóvel alugado na avenida Fernando Vilela, nº 1.313, no bairro Martins. O órgão está presente no município há mais de 20 anos e é uma instituição permanente, essencial à função jurisdicional do Estado.

Em 2019, o prefeito Odelmo Leão assinou um protocolo de intenções para construir a sede definitiva da Defensoria, que será erguida em um terreno doado pela Prefeitura na avenida Rondon Pacheco, no bairro Tibery, onde fica o complexo jurídico (Fórum e Ministério Público).

Compartilhe:
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Veja Também