Notícias

Ceais retomam atividades em benefício de quase 12 mil idosos

Após breve recesso, espaços voltam a oferecer uma programação diversificada para a população
4 de fevereiro de 2020
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

As pessoas atendidas nos Centros Educacionais de Assistência Integrada do Idoso (Ceai) comemoraram nesta semana o retorno das atividades nos espaços. Durante o mês de janeiro, os equipamentos administrados pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social, Trabalho e Habitação (Sedesth) estiveram em recesso, mas retomaram a programação em benefício de aproximadamente 12 mil idosos.

No Ceai Luizote, por exemplo, este início da semana está sendo marcado pela alegria e disposição. “O meu corpo e a minha mente já estavam com saudades. Este espaço é pura vida para todos nós. Aqui existe uma interação muito positiva entre os frequentadores”, disse Helena Oneida, de 64 anos. Ela é praticante de musculação e conta que no Ceai Luizote todos têm a proposta de melhorar a qualidade de vida dos idosos.

Foto: Araípedes Luz – Secretaria Municipal de Governo e Comunicação

Aluna de várias atividades do Ceai Luizote, Altair de Paula, de 77 anos, não consegue imaginar sua vida sem frequentar o local. Entre as diversas opções, ela escolheu praticar dança e sinuca. “Aqui a gente melhora tudo, o físico e a mente. É uma alegria e uma energia contagiante”, afirmou.

Foto: Araípedes Luz – Secretaria Municipal de Governo e Comunicação

Simultaneamente à unidade do Luizote, os outros três Ceais também reiniciaram as aulas, sendo eles dos bairros Laranjeiras, Brasil e Guarani. Juntos, os quatro atenderam 11,8 mil idosos em 2019, oferecendo modalidades como musculação, hidroginástica, ginástica, alongamento, artesanato, violão, informática e danças urbana e de salão.

Foto: Araípedes Luz – Secretaria Municipal de Governo e Comunicação

“Os Ceais têm sido espaços primordiais para muitos idosos. É um trabalho social que motiva essa turma e a leva a interagir novamente em sociedade. Desta forma, o idoso se sente bem novamente. Alguns deles afirmam que agora é que descobriram o que é viver bem”, ressaltou o diretor de Proteção Social Básica ao Idoso, Wasley Santos, da Sedesth.

Outros equipamentos

Assim como os Ceais, outros equipamentos administrados pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social, Trabalho e Habitação retomaram as atividades nesta semana, tais como os Núcleos de Apoio Integral à Criança e do Adolescente (Naicas), os Centros Profissionalizantes e as Casas da Família / Centros de Referência da Assistência Social (Cras). Para saber mais sobre o trabalho da Sedesth, acesse aqui.

Compartilhe:
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Veja Também