Notícias

Prefeitura promove oficina em prol da segurança de pacientes na Atenção Básica

Atividade lúdica em parceria com Conass deverá ser replicada em toda a rede
6 de fevereiro de 2020
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Foto: Secretaria Municipal de Governo e Comunicação

Os investimentos da Prefeitura em prol da saúde pública são constantes. Na manhã desta quinta-feira (6), foi a vez de servidores municipais participarem da Oficina de Segurança do Paciente, adaptada para Atenção Primária. O evento realizado em parceria com o Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass) contou com um kit de material didático e jogos lúdicos para reforçar conceitos de segurança estabelecidos pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

Cerca de 150 servidores de seis unidades, entre enfermeiros, administrativos, agentes, médicos e outros, participaram do evento realizado na Fundação Maçônica Manoel dos Santos. Tido como Centro Colaborador do Conass para desenvolvimento, testes e capacitação em saúde, o município foi o primeiro a receber o evento em âmbito nacional.

“Dentro da planificação de atenção à saúde (projeto denominado no município de projeto Qualifica SaUDI), o objetivo é desenvolver todas as metas de segurança do paciente adaptadas dentro da nossa realidade. Pela primeira vez, a nível nacional, trazemos essa temática para ser implantada e implementada em conjunto com todos os profissionais de saúde e gestores para que isso seja disseminado em todo país”, destacou a assessora técnica do Conass e coordenadora da Câmara Técnica de Qualidade no Cuidado e Segurança do Paciente (CTQCSP), Carla Ulhoa.

A coordenadora da Atenção Primária, Karina Kelly de Oliveira, destaca que o diferencial é a realização do trabalho com as equipes de saúde da família, UBSs, UBSFs e UAIs. O foco é a aplicação dos conceitos de segurança utilizados em hospitais na rede de Atenção Primária.

“Todos os profissionais que estão dentro da equipe podem realizar e multiplicar a segurança do paciente. O trabalho foi feito com seis equipes e, posteriormente, faremos a disseminação in loco dessa mesma metodologia de capacitar todas as categorias desde quando o paciente entra na unidade de saúde até o término do atendimento e também as atividades desenvolvidas durante a visita domiciliar”, destacou a coordenadora.

Todos os setores

A oficina contou com servidores de unidades situadas em todos os setores do município: UBSFs Santa Luzia, Morumbi 3, Jardim Brasília 1 e Luizote, UBS Nossa Senhora das Graças e UAI Pampulha. Em grupos, os participantes aprenderam com adaptações de jogos lúdicos, como telefone sem fio, caça-palavras, jogo da memória, entre outros. A gerente da UBS Pampulha, Cintia Alves, aprovou a iniciativa.

“Queria parabenizar a Prefeitura pela iniciativa que veio para enriquecer nosso atendimento. Todo evento para garantia da segurança do paciente é de extrema importância”, analisou.

Diretrizes da Oficina de Segurança do Paciente

– Identificar corretamente o paciente
– Melhorar a comunicação entre profissionais e pacientes (adaptado para APS)
– Melhorar a segurança dos medicamentos e vacinas (adaptado para APS)
– Assegurar procedimentos em local de intervenção e pacientes corretos (adaptado para APS)
– Reduzir o risco de infecções (adaptado para APS)

Compartilhe:
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Veja Também