Notícias

Prefeitura promove oficina em prol da segurança de pacientes na Atenção Básica

Atividade lúdica em parceria com Conass deverá ser replicada em toda a rede
6 de fevereiro de 2020
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Foto: Secretaria Municipal de Governo e Comunicação

Os investimentos da Prefeitura em prol da saúde pública são constantes. Na manhã desta quinta-feira (6), foi a vez de servidores municipais participarem da Oficina de Segurança do Paciente, adaptada para Atenção Primária. O evento realizado em parceria com o Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass) contou com um kit de material didático e jogos lúdicos para reforçar conceitos de segurança estabelecidos pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

Cerca de 150 servidores de seis unidades, entre enfermeiros, administrativos, agentes, médicos e outros, participaram do evento realizado na Fundação Maçônica Manoel dos Santos. Tido como Centro Colaborador do Conass para desenvolvimento, testes e capacitação em saúde, o município foi o primeiro a receber o evento em âmbito nacional.

“Dentro da planificação de atenção à saúde (projeto denominado no município de projeto Qualifica SaUDI), o objetivo é desenvolver todas as metas de segurança do paciente adaptadas dentro da nossa realidade. Pela primeira vez, a nível nacional, trazemos essa temática para ser implantada e implementada em conjunto com todos os profissionais de saúde e gestores para que isso seja disseminado em todo país”, destacou a assessora técnica do Conass e coordenadora da Câmara Técnica de Qualidade no Cuidado e Segurança do Paciente (CTQCSP), Carla Ulhoa.

A coordenadora da Atenção Primária, Karina Kelly de Oliveira, destaca que o diferencial é a realização do trabalho com as equipes de saúde da família, UBSs, UBSFs e UAIs. O foco é a aplicação dos conceitos de segurança utilizados em hospitais na rede de Atenção Primária.

“Todos os profissionais que estão dentro da equipe podem realizar e multiplicar a segurança do paciente. O trabalho foi feito com seis equipes e, posteriormente, faremos a disseminação in loco dessa mesma metodologia de capacitar todas as categorias desde quando o paciente entra na unidade de saúde até o término do atendimento e também as atividades desenvolvidas durante a visita domiciliar”, destacou a coordenadora.

Todos os setores

A oficina contou com servidores de unidades situadas em todos os setores do município: UBSFs Santa Luzia, Morumbi 3, Jardim Brasília 1 e Luizote, UBS Nossa Senhora das Graças e UAI Pampulha. Em grupos, os participantes aprenderam com adaptações de jogos lúdicos, como telefone sem fio, caça-palavras, jogo da memória, entre outros. A gerente da UBS Pampulha, Cintia Alves, aprovou a iniciativa.

“Queria parabenizar a Prefeitura pela iniciativa que veio para enriquecer nosso atendimento. Todo evento para garantia da segurança do paciente é de extrema importância”, analisou.

Diretrizes da Oficina de Segurança do Paciente

– Identificar corretamente o paciente
– Melhorar a comunicação entre profissionais e pacientes (adaptado para APS)
– Melhorar a segurança dos medicamentos e vacinas (adaptado para APS)
– Assegurar procedimentos em local de intervenção e pacientes corretos (adaptado para APS)
– Reduzir o risco de infecções (adaptado para APS)

Compartilhe:
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
All articles loaded
No more articles to load

Destaques

Veja Também

All articles loaded
No more articles to load