Notícias

Escolas municipais são abastecidas com itens básicos da Merenda Escolar

Unidades estão recebendo itens básico e, nas próximas semanas, receberão carne bovina e os hortifrútis
7 de fevereiro de 2020
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Araípedes Luz/Secretaria Municipal de Governo e Comunicação

Uma merenda colorida, cheia de nutrientes e novidades. É isso o que aguarda os alunos do ensino fundamental e da educação infantil das escolas municipais e de Organizações de Sociedade Civil (OSCs) em 2020. As despensas foram abastecidas nesta quarta-feira (6) com os 20 itens básicos da merenda escolar, como achocolatado, aveia em flocos, arroz, feijão, suco de caju e macarrão, dentre outros.

A diretora da Escola Municipal de Educação Infantil (Emei) do bairro Presidente Roosevelt, Sandra Rodrigues Reis, comemorou ao receber os itens. “Percebemos que este ano será ainda melhor. Tudo isso vai se reverter no bem-estar das crianças, que serão atendidas em um ambiente cada vez mais acolhedor e organizado”, disse. Ela destacou que o trabalho também é direcionado às famílias. Segundo ela, quando os familiares deixarem seus filhos nas escolas, eles terão mais tranquilidade. Na unidade, são atendidas mais de 300 crianças com idade entre quatro meses e 4 anos.

Assim como na Emei Roosevelt, todos os estudantes atendidos pela Secretaria Municipal de Educação (SME) também contarão com a carne bovina, rica em proteínas. O produto começa a ser entregue na próxima semana. O cardápio ainda terá filé de peito de frango, filé de coxa e sobrecoxa e ovos de galinha.

“Mais uma vez, recebemos a determinação do prefeito Odelmo Leão de disponibilizar a melhor merenda possível aos nossos estudantes. As crianças precisam ser bem alimentadas, pois dessa forma o processo de aprendizagem se dá de modo mais efetivo”, disse a secretária de Educação, Tania Toledo.

Araípedes Luz/Secretaria Municipal de Governo e Comunicação

Com a aquisição de alimentos como mel, biscoito de polvilho e 20 variedades de hortifrútis, a merenda escolar também fomenta a economia da agricultura familiar. A oferta é de mais de 420 toneladas destes itens até o final do ano.

O segmento é atendido principalmente por famílias da zona rural, que fornecem ingredientes provenientes da agricultura familiar. Todas as aquisições de hortifrútis obedecem à Resolução 26/2013, do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), vinculado ao Ministério da Educação (MEC). O documento regulamenta que, do total dos recursos financeiros repassados pelo FNDE, no âmbito do Programa Nacional de Alimentação Escolar (Pnae), pelo menos 30% deve ser utilizado na aquisição de gêneros provenientes da agricultura familiar.

Lanches para cada idade

Para garantir lanches adequados aos alunos, a SME conta com uma equipe de nutricionistas que desenvolve cinco tipos de cardápios, para o ensino infantil integral e parcial e para o ensino fundamental. Uma das novidades é que o cardápio, que antes era elaborado anualmente, será entregue mensalmente às escolas, proporcionando variedade na alimentação das crianças. Além disso, as escolas também são preparadas para atender alunos com diferentes características nutricionais, como intolerância à lactose, diabetes e hipertensão.

Datas comemorativas terão lanches especiais

Para tornar os lanches ainda mais atrativos, a SME disponibiliza lanches diferenciados pelo programa Datas Comemorativas. Para o mês de junho, por exemplo, quando ocorrem as festas juninas estão previstas entregas de amendoim, milho amarelo para canjica e milho para pipoca. O mesmo ocorre em outras ocasiões, como o Dia das Crianças e Páscoa.

Compartilhe:
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Veja Também