Notícias

Salve Maria completa 1 ano de apoio à segurança das mulheres

Aplicativo desenvolvido pela Prefeitura de Uberlândia facilita a denúncia de situações de violência; iniciativa já é referência para outras cidades
11 de março de 2020
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Foto: Divulgação

O aplicativo Salve Maria completa um ano em operação nesta quinta-feira (12) com quase 8 mil downloads realizados. Por meio da tecnologia pioneira em Minas Gerais, 502 denúncias já foram registradas desde 2019. Além disso, o “botão do pânico”, usado em situações de perigo iminente, foi acionado 251 vezes. A iniciativa faz parte do compromisso da Prefeitura de Uberlândia com a segurança e a qualidade de vida da população, tendo se tornado mais um canal direto com a Polícia Militar no combate aos mais diversos tipos de violência contra as mulheres.

O projeto foi idealizado pela secretária municipal de Governo e Comunicação, Ana Paula Junqueira, com o lançamento feito junto à inauguração da nova Casa da Mulher. A Prefeitura desenvolveu o aplicativo por meio da Empresa Processamento de Dados de Uberlândia (Prodaub) e em parceria com a Secretaria Municipal de Governo e Comunicação.

Expandindo a tecnologia

A bem-sucedida experiência de Uberlândia já começou, inclusive, a inspirar outras cidades, como Patos de Minas, que recentemente anunciou o início da implementação da tecnologia no município. A Prefeitura da cidade do Alto Paranaíba, junto a representantes da seção local da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e Câmara de Vereadores, chegou a fazer uma visita técnica para conhecer a tecnologia uberlandense.

“A gente ficou sabendo do app por meio de uma usuária e surgiu o interesse de saber como funcionava. Nós vimos que o Salve Maria tem eficácia, que Uberlândia está um passo à frente na política de combate à violência contra a mulher. A Prefeitura, por meio da Prodaub, se prontificou a ceder gratuitamente a tecnologia para Patos de Minas. O nosso jurídico só está cuidando da parte mais técnica para que possamos trazer a iniciativa para cá. Estamos bastante ansiosos”, contou a psicóloga do Centro Integrado da Mulher de Patos de Minas, Raisa Noronha.

Para Ana Paula Junqueira, possibilitar a expansão da tecnologia para outros lugares fortalece o movimento de apoio às mulheres. “Ficamos felizes em ver que o app realmente está auxiliando na proteção desse público, o que foi o nosso grande objetivo quando, por meio da Prodaub, trouxemos a iniciativa para Minas com uma tecnologia desenvolvida aqui. E foi com imensa satisfação que recebemos a nossa vizinha Patos de Minas, para que mais pessoas possam se beneficiar desse recurso”, avaliou a secretária de Governo e Comunicação de Uberlândia.

Salve Maria Uberlândia

Por rápidos comandos no celular, o Salve Maria Uberlândia permite reportar à polícia violências de ordem física, psicológica, patrimonial, moral e sexual. Também é possível informar se o caso está ocorrendo no exato momento da denúncia. Em ocorrências de extrema urgência, basta que a denunciante utilize o “botão do pânico” para acionar imediatamente a presença dos policiais militares.

Quem possui smartphones com o sistema operacional Android pode baixar o app na loja virtual Play Store. Para o sistema iOS, o recurso está disponível no App Store.

Compartilhe:
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Veja Também