Notícias

Prefeitura reformará pontes e trincheira na avenida Getúlio Vargas

Obras aumentarão altura das estruturas e permitirão o tráfego de ônibus e demais veículos altos pelo local
4 de maio de 2020
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Mais uma importante intervenção do Programa Uberlândia Integrada II foi anunciada na tarde desta segunda-feira (4). Desta vez, a Prefeitura de Uberlândia assinou a ordem de serviço para iniciar a reforma das pontes e da trincheira localizadas na avenida Getúlio Vargas, entre a rua Coronel Tobias Junqueira e a avenida Geraldo Motta Batista, no bairro Tabajaras. A assinatura aconteceu no Centro Administrativo, durante uma live transmitida pela internet.

No local da intervenção, há uma trincheira separada por duas pontes sobre o Rio Uberabinha. A obra é necessária porque a trincheira da avenida Geraldo Motta não tem altura suficiente para o tráfego de ônibus e demais veículos que tenham altura superior a três metros. Com a nova estrutura, as pontes e a trincheira ficarão 1,67 metro mais altas.

Cada ponte possui dez metros de largura com duas faixas de rolamento e passagem para pedestres na parte externa. A obra será de responsabilidade do Consórcio BC, composto pelas empresas BT Construções LTDA e Convap Engenharia e Construções S/A, escolhido por meio do Regime Diferenciado de Contratação (RDC), que é um sistema licitatório mais ágil.

Os trabalhos serão fiscalizados pela Secretaria Municipal de Obras, com previsão para serem concluídas oito meses. A obra está orçada em R$ 6,8 milhões e será executada em uma ponte por vez para diminuir os impactos no trânsito.

Uberlândia Integrada

A etapa II do programa Uberlândia Integrada foi retomada em novembro de 2018. No total, serão cerca de R$ 240 milhões investidos na construção de pontes, trincheiras, prolongamento de vias e recapeamento, fazendo dele o maior pacote de obras viárias da história cidade. O montante é fruto do Financiamento à Infraestrutura e ao Saneamento (Finisa), feito junto à Caixa Econômica Federal.

Lançado inicialmente em 2011, o programa já contemplou diversas melhorias em infraestrutura e mobilidade urbana em sua primeira etapa, como o Corredor Estrutural Leste e o Terminal Novo Mundo.

Compartilhe:
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Veja Também