Notícias

Mais de 30 mil pessoas ainda estão desprotegidas contra a gripe

Meta de vacinação em crianças, grávidas e puérperas está abaixo de 50%. Doença é uma infecção viral aguda, que afeta o sistema respiratório, e pode causar complicações graves
25 de maio de 2020
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Secretaria de Governo e Comunicação/Araípedes Luz

Faltando duas semanas para o fim da 22ª Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza, mais de 30 mil pessoas dos grupos prioritários estão desprotegidas contra o vírus da gripe. Desse total, 25 mil são crianças de seis meses a menores de seis anos. A Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) é uma das principais complicações causadas pelas gripes Influenza A (H1N1 e H3N2) e Influenza B, o que faz da vacinação algo indispensável.

Por se tratar de uma infecção viral aguda, que afeta o sistema respiratório, pode causar complicações graves e levar à morte, principalmente nos grupos de alto risco. A vacina é uma forma de prevenção, por isso a Prefeitura de Uberlândia reforça a importância da imunização. Neste ano, a campanha começou no dia 23 de março e aproximadamente 160 mil  pessoas dos grupos prioritários já foram vacinadas.

Nesta última fase, podem vacinar adultos de 55 a 59 anos, professores da rede pública e privada, crianças (com mais de 6 meses a menores de 6 anos), gestantes e mulheres no pós-parto até 45 dias (puérperas). A meta para crianças, gestantes e puérperas é 90%, porém o quantitativo destes grupos, que são prioritários, ainda está abaixo de 50%. 

O município tem à disposição da comunidade 74 salas de vacinas com horários diferenciados para atender a todos que devem vacinar. Para continuar garantindo a segurança da comunidade neste momento de pandemia, as equipes das salas de vacina continuam seguindo todas as medidas preventivas, como vacinação em local amplo e arejado e orientação nas filas para o distanciamento. A imunização é feita nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs), Unidades Básicas de Saúde da Família (UBSFs) e em seis Unidades de Atendimento Integrado (UAIs).

A Prefeitura de Uberlândia orienta ainda que a vacinação não protege contra a Covid-19, que é uma doença nova. A proteção é eficaz apenas para o vírus da gripe (Influenza). No entanto, assim como no caso da Covid-19, a transmissão da gripe ocorre por meio de secreções das vias respiratórias da pessoa contaminada ao falar, tossir e espirrar.

Também se dá pelas mãos, que, após contato com superfícies recém-contaminadas por secreções respiratórias, podem levar o agente infeccioso direto à boca, aos olhos e ao nariz. Por isso, adotar hábitos de higiene, como lavar as mãos frequentemente e cobrir a boca e o nariz com um lenço descartável ou com o antebraço ao espirrar ou tossir é fundamental para evitar a propagação do vírus da gripe.

Confira abaixo a documentação necessária para vacinação:

Adultos de 55 a 59 anos

 
– identidade;
Professores da rede pública e privada

 
– crachá ou contra-cheque;
 Crianças de seis meses a menores de seis anos de idade

 – cartão de vacina;
 
Gestantes 
 – caderneta da gestante ou exame que comprove a gestação;
 Puérperas
 (mulheres com até 45 do pós-parto)


– certidão de nascimento da criança;
 Pessoas com deficiência  –  laudo médico que comprove a deficiência ou comprovação do Benefício de Prestação Continuada (BPC) ou documento de aposentaria da pessoa com deficiência;

Onde vacinar?

UnidadesHorário

UAIs Tibery, Roosevelt, Pampulha, Luizote e Planalto, Martins*exceto São Jorge e Morumbi
  das 8h às 20h
 Unidade Básica de Saúde (UBS) das 8h às 18h  
 Unidade Básica de Saúde da Família (UBSF) Das 7h30 às 16h30h
Compartilhe:
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Veja Também

All articles loaded
No more articles to load