Notícias

Vacinação contra gripe é prorrogada e acontece até dia 30 de junho

Crianças, gestantes, mulheres no pós-parto e adultos de 55 a 59 anos ainda não atingiram a meta dos 90% de cobertura vacinal
1 de junho de 2020
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Foto: Araípedes Luz - Secretaria Municipal de Governo e Comunicação

Quem ainda não vacinou contra a gripe tem até o dia 30 de junho para garantir a proteção contra os três tipos de vírus da doença, que afeta o sistema respiratório e pode causar complicações graves principalmente nos grupos de alto risco. A prorrogação do término da campanha foi determinada pelo Ministério da Saúde.

A Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) é uma das principais complicações causadas pelas gripes Influenza A (H1N1 e H3N2) e Influenza B, o que faz da vacinação algo indispensável. A vacina é uma forma de prevenção, por isso a Prefeitura de Uberlândia reforça a importância da imunização. Atualmente, as crianças (de 6 meses a menores de 6 anos), gestantes, puérperas (mulheres no pós-parto até 45 dias) e adultos de 55 a 59 anos ainda não atingiram a meta dos 90% de cobertura vacinal, conforme preconizado pelo Ministério da Saúde.

Destes quatros grupos, ainda estão sem vacinar 40 mil pessoas, sendo que as crianças e os adultos chamam mais atenção. São 19 mil crianças e 16 mil adultos que ainda estão desprotegidos. Neste ano, a campanha começou no dia 23 de março e aproximadamente 180 mil pessoas dos grupos prioritários já foram vacinadas.

Quem pode vacinar?

Até o fim da campanha, podem vacinar todas as pessoas que fazem parte dos grupos prioritários e que ainda estão desprotegidas: idosos, profissionais de saúde, pessoas com deficiência, adultos de 55 a 59 anos, caminhoneiros, motoristas e cobradores de transporte coletivo, professores da rede pública e privada, doentes crônicos e pessoas com condições clínicas especiais, crianças (de 6 meses e menores de 6 anos), gestantes e mulheres no pós-parto até 45 dias (puérperas).

O município tem à disposição da comunidade 74 salas de vacinas com horários diferenciados para atender a todos que devem vacinar. Para continuar garantindo a segurança da comunidade neste momento de pandemia, as equipes das salas de vacina continuam seguindo todas as medidas preventivas, como vacinação em local amplo e arejado e orientação nas filas para o distanciamento. A imunização é feita nas Unidades Básicas de Saúde (UBS), Unidades Básicas de Saúde da Família (UBSF) e em seis Unidades de Atendimento Integrado (UAIs).

Proteção contra gripe

A Prefeitura de Uberlândia orienta ainda que a vacinação não protege contra a Covid-19, que é uma doença nova. A proteção é eficaz apenas para o vírus da gripe (Influenza). No entanto, assim como no caso da Covid-19, a transmissão da gripe ocorre por meio de secreções das vias respiratórias da pessoa contaminada ao falar, tossir e espirrar.

Também se dá pelas mãos, que, após contato com superfícies recém-contaminadas por secreções respiratórias, podem levar o agente infeccioso direto à boca, aos olhos e ao nariz. Por isso, adotar hábitos de higiene, como lavar as mãos frequentemente e cobrir a boca e o nariz com um lenço descartável ou com o antebraço ao espirrar ou tossir é fundamental para evitar a propagação do vírus da gripe.

Confira abaixo a documentação necessária para vacinação:

Adultos de 55 a 59 anos – identidade;
 Crianças de seis meses e menores de seis anos de idade

 – cartão de vacina;
 Gestantes  – caderneta da gestante ou exame que comprove a gestação;
Puérperas
 (mulheres com até 45 do pós-parto)


– certidão de nascimento da criança;
 Pessoas com deficiência–  laudo médico que comprove a deficiência ou comprovação do Benefício de Prestação Continuada (BPC) ou documento de aposentaria da pessoa com deficiência;
Doentes crônicos e pessoas com condições clínicas especiais– laudo médico
Professores da rede públicae privada – crachá ou contracheque;
  Caminhoneiros– carteira de trabalho, contracheque com documento de identidade, carteira de sócio (a) dos sindicatos de transporte (categoria de motorista), carteira de habilitação (categoria C ou E) ou crachá funcional;

  Motoristas e cobradores de transporte coletivo– carteira de trabalho, contracheque com documento de identidade, carteira de sócio (a) dos sindicatos de transportes – Sindicato dos Motoristas e Cobradores, carteira de habilitação (categoria D ou E) ou crachá funcional; 
 Trabalhador portuário– comprovante de registro no Órgão Gestor de Mão de Obra (Ogmo), carteira de sócio (a) do sindicato da categoria, contracheque com documento de identidade, carteira de trabalho ou crachá funcional.

Onde vacinar?

UnidadesHorário

UAIs Tibery, Roosevelt, Pampulha, Luizote e Planalto, Martins*exceto São Jorge e Morumbi
  das 8h às 20h
 Unidade Básica de Saúde (UBS) das 8h às 18h  
 Unidade Básica de Saúde da Família (UBSF) Das 7h30 às 16h30h
Compartilhe:
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Veja Também