Notícias

Estudantes têm acesso a Videoaulas do Escola em Casa

Conteúdo gratuito já está disponível no portal da Prefeitura e na TV Universitária
2 de junho de 2020
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

A rotina de Ana Clara Mendes Vieira tem sido diferente neste ano de 2020. Se antes ela ia diariamente à escola, agora a escola é que está dentro de sua casa. Isso porque, nesta semana, devido ao fechamento temporário das escolas da rede municipal, a Prefeitura de Uberlândia iniciou as videoaulas do Programa Escola em Casa, mais uma ação do governo municipal para amenizar os impactos causados pela pandemia do novo coronavírus e possibilitar que cerca de 70 mil estudantes continuem tendo acesso a uma educação de qualidade.

As aulas são produzidas por profissionais da Secretaria Municipal de Educação, veiculadas na TV Universitária (Fundação Rádio e Televisão Educativa de Uberlândia) e ainda podem ser acessadas no Portal da Prefeitura. O investimento total da Prefeitura é de R$ 73 mil e a previsão é que o programa dure quatro meses.

Uma nova forma de ensinar

Com o programa, os estúdios da TV Universitária passaram a abrigar salas de aula com lousa, globo terrestre e outros materiais que garantem um aspecto lúdico e despertam a atenção dos telespectadores. Para realizá-lo, a administração municipal conta com a utilização dos estúdios e equipamentos da TV para a gravação das aulas, respectiva veiculação e ainda mão de obra especializada para cinegrafia, áudio, iluminação e edição.

A experiência também levou professores a trocarem as salas de aula pelos estúdios da TV e encararem com naturalidade equipamentos como câmeras e microfones. Semanalmente eles produzem 13 horas de conteúdos inéditos e de diversas disciplinas, como matemática, língua portuguesa, geografia e história. Os programas contemplam a educação infantil, o ensino fundamental, a Educação de Jovens e Adultos (EJA), o Programa Municipal de Alfabetização de Jovens e Adultos (Pmaja) e o Atendimento Educacional Especializado (AEE).

Aprender com segurança

Estudantes têm acesso a Videoaulas do Escola em Casa 1
Foto: Araípedes Luz – Secretaria de Governo e Comunicação / PMU

Ana Clara já está com saudades de seus colegas da Escola Municipal Professor Milton de Magalhães Porto, onde cursa o 5º ano do ensino fundamental. Diariamente a adolescente conversa com eles pelas redes sociais e agora poderá ver alguns de seus professores pela tela da TV. “Ficou mais fácil de entender. Antes tínhamos que estudar pelas apostilas. Agora, com a TV, assistimos as explicações detalhadas de cada tema”, disse.

Sobre o momento atual, com a sociedade convivendo com a pandemia da Covid-19, a estudante de 11 anos ainda manda um recado para todas as pessoas e, principalmente, seus colegas. “Não está fácil pra ninguém. É triste ficar o tempo todo em casa e não poder sair, mas temos que nos cuidar e estudar pra que nosso futuro seja ainda melhor. Tudo isso vai passar e a gente vai se encontrar novamente”, afirmou.

Ana Clara conta ainda com a ajuda da mãe, Fernanda Mendes Silva. “É um momento delicado, mas esta ação da Prefeitura está contribuindo muito com a educação dos nossos filhos. A realidade está diferente, mas temos que sempre incentivar nossas crianças e adolescentes a estudarem e ajudá-los em suas tarefas”, ressaltou.

Escola em Casa oferece também material impresso

Os estudantes municipais contam ainda com materiais didáticos disponibilizados semanalmente pela internet no portal da Prefeitura. Neste ambiente virtual, o Escola em Casa surgiu como um portal online onde os estudantes da rede municipal acessam gratuitamente diversos materiais didáticos. Os conteúdos são disponibilizados semanalmente, com o objetivo de garantir que os estudantes mantenham uma rotina educacional. No menu da plataforma, o usuário tem acesso a itens que destacam informações sobre o recurso, material didático disponibilizado, sala de leitura e jogos interativos. Os materiais podem ser impressos e estão divididos por ano escolar.

Para quem não tem condições de imprimir o material ou não possui acesso à internet, as escolas municipais fornecem as apostilas. Para a retirada do conteúdo, geralmente as unidades estão abertas às terças-feiras, desde 14 de abril, das 8h às 12h. Entretanto, devido às características de cada escola, como total de alunos atendidos e servidores, cada unidade pode decidir pela ampliação dos horários e dias de atendimentos.

Horários de exibição em TV aberta (canal aberto 4.1 e 8 na Algar IPTV):

  • Segunda a sexta-feira, das 9h às 11h (Educação Infantil e Ensino Fundamental)
  • Segunda e quarta-feira, das 19h30 às 20h30: Educação de Jovens e Adultos e Programa Municipal de Alfabetização de Jovens e Adultos
  • Sábado, às 14h30: Conteúdo especial para alunos do Atendimento Educacional Especializado
Compartilhe:
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Veja Também