Notícias

Com base em Mapa de calor, Prefeitura expande buscas de casos de Covid-19

Recurso gráfico aponta a distribuição de pacientes positivos pela cidade; nove bairros com mais casos contabilizados terão aplicação de teste rápido entre moradores
26 de junho de 2020
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Manter a segurança e a saúde da população é um dos principais compromissos da Prefeitura de Uberlândia, que não tem poupado esforços no enfrentamento ao novo coronavírus (Covid-19). Diversas medidas vêm sendo adotadas para conter o avanço da doença na cidade, o que inclui a ampliação da capacidade de testagem do Município. Nesse sentido, um novo passo será dado no próximo sábado (27): a realização de testes rápidos com base no Plano de Ação Covid Mapa de Calor, aumentando o rastreio de sintomáticos e assintomáticos pela cidade.

O Mapa de Calor é um recurso gráfico adotado pela Secretaria Municipal de Saúde para melhor monitorar a distribuição de casos de Covid-19. Por ele, o agrupamento de pacientes confirmados é feito por bairro, o que permite identificar quais regiões estão mais sensíveis à disseminação do vírus. Com essa referência, equipes de atenção primária percorrerão nove bairros de diferentes regiões do município para testar moradores escolhidos de forma aleatória.

Para o início do plano, foram disponibilizados 1.260 testes rápidos One Step. Enfermeiros e técnicos de enfermagem, devidamente identificados, percorrerão durante o próximo sábado os bairros de Uberlândia com mais casos de Covid-19 confirmados: Jardim Brasília, Osvaldo Resende, Jardim Canaã, Luizote de Freitas, Morumbi, Tibery, Santa Mônica, Shopping Park e São Jorge. Os testes serão realizados apenas em moradores dos locais escolhidos que aceitarem participar do rastreio e fornecerem as informações necessárias para o preenchimento de um questionário.

Com a ação, o Município busca identificar casos do novo coronavírus em usuários assintomáticos e sintomáticos, orientar diretamente mais pessoas acerca de medidas preventivas, afastar pacientes positivos para a doença do ambiente externo de trabalho e informar o fluxo de atendimento em situações de agravamento de sinais e sintomas. O morador confirmado com o novo coronavírus receberá um atestado de sete dias, conforme protocolo, assinado pelo médico que acompanha a equipe de saúde.

Compartilhe:
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Veja Também