Notícias

Dmae executa melhorias no emissário de esgoto sobre o rio Uberabinha

1 de julho de 2020
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Objetivo é ampliar a vida útil do dispositivo e prevenir vazamentos, contribuindo com a preservação do rio Uberabinha

O Departamento Municipal de Água e Esgoto (Dmae) está realizando melhorias no emissário de esgoto em trecho sobre o rio Uberabinha, no bairro Tabajaras. A tubulação com diâmetro de 1800 mm está recebendo um revestimento com fibra de vidro em uma extensão de 144 metros. A conclusão está prevista para os próximos 45 dias e o investimento é de R$ 145 mil.

A gerência de tratamento de esgoto da autarquia explica que o revestimento é um trabalho preventivo que tem como finalidade evitar possíveis vazamentos no trecho executado e ampliar a vida útil do dispositivo. Ao mesmo tempo, contribui para a preservação e qualidade da água do rio Uberabinha.

A tubulação do emissário de esgoto é uma das principais de Uberlândia, que abrange uma extensão total de 3,2 mil metros. O emissário é responsável por conduzir o esgoto dos imóveis até a Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) Uberabinha, localizada no Distrito Industrial.

Tratamento

‘Ranking Abes da Universalização do Saneamento Básico, edição de 2002, divulgado no início de junho, apontou que Uberlândia é a única cidade de Minas Geraisa figurar na lista de municípios brasileiros de grande porte (com mais de 500 mil habitantes) com as melhores pontuações.

No levantamento, a cidade integra a categoria ‘Rumo à Universalização’, destinada àquelas que atingiram mais de 489 pontos dentro dos índices de saneamento.Nos quesitos tratamento de esgoto e destinação adequada de resíduos sólidos, Uberlândia atende a população em 100%.

Em relação à coleta de esgoto, 100% do esgoto recolhido é tratado e 97,86% dos imóveis contam rede de esgoto. Os 2,14% restantes referem-se aos setores de chácaras, cujos proprietários são responsáveis pelo tratamento, geralmente por fossa séptica, conforme a lei de parcelamento de solo do município (Lei municipal 253/2011 e suas alterações).

Compartilhe:
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Veja Também