Notícias

Subsidiária sul-coreana do ramo de alimentos anuncia instalação de matriz em Uberlândia

Com a mudança da sede de Goiás para Minas Gerais, CJ Selecta deve transferir e abrir de 80 a 100 postos de trabalho na segunda maior cidade do Estado
2 de setembro de 2020
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Com foco no constante avanço e na sustentabilidade da economia de Uberlândia, o prefeito Odelmo Leão recebeu na manhã desta quarta-feira (2), no Centro Administrativo Municipal, executivos da CJ Selecta, subsidiária no Brasil do grupo sul-coreano Cheil Jedang (CJ). Durante reunião, os representantes da gigante do setor de processamento de soja e produção de ingredientes para alimentos e rações anunciaram a transferência de sua matriz em Goiânia (GO) para Uberlândia.

Com o novo escritório, localizado no Uberlândia Business Tower, no bairro Tibery, a empresa planeja transferir e abrir, a partir de janeiro de 2021, de 80 a 100 novos postos de trabalho para a cidade. O prefeito ainda ofereceu ao grupo uma parceria nas pesquisas sobre o uso de pó de basalto como remineralizador de solo, uma vez que a holding possui um centro de pesquisa de excelência na Ásia e dedica parte dos investimentos ao setor de alimentação.

 “A chegada de mais uma importante empresa interessada em investir e estar presente em Uberlândia só reforça que todo o nosso empenho em ter uma política de estruturação da cidade a mantém cada vez mais forte mesmo diante de tantos desafios que temos vivido. A CJ Selecta é uma empresa que, não apenas vai trazer geração de renda e emprego, mas também toda a sua expertise em sustentabilidade, o que, portanto, está alinhado ao que acreditamos: que o desenvolvimento pode e deve ser um agente promotor da qualidade de vida”, disse o prefeito Odelmo Leão.

O CEO da subsidiária, Guilherme Tancredi, destacou que os interesses da empresa estão em consonância com os anseios do município. “A CJ tem como objetivo praticar a gestão voltada para o consumidor com o DNA da mudança e da inovação, ser uma empresa global de estilo de vida, capaz de criar saúde, alegria e conveniência”, disse. “A transferência da nossa matriz faz parte de um plano estratégico, pois acreditamos que, estando em Uberlândia, teremos maiores condições de expandir os negócios tanto na região Sudeste quanto no Centro-Oeste do Brasil”, observou Tancredi.

Valter de Paula/Secretaria de Governo e Comunicação

Empreendimento global

Criado na década de 1990, o CJ Group originou-se de uma empresa aberta pelo Grupo Samsung em 1953 para produzir farinha e açúcar, a Cheil Jedang (que, em tradução livre do coreano, significa “primeira manufatura de açúcar”). Como empresa independente, o grupo CJ cresceu em sua atuação global, estando hoje presente em 18 países por meio de subsidiárias atuantes nas áreas de home shopping, logística, biotecnologia, produtos farmacêuticos, entretenimento, mídia, alimentação e serviços de alimentação.

Ao adquirir a Selecta em 2017, o conglomerado sul-coreano criou a CJ Selecta, tornando a empresa, fundada em 1984 para produção de grão e semente de soja, uma das principais fabricantes de proteínas vegetais sustentáveis para a indústria de ração animal no Brasil e exterior, além de fornecer ingredientes para a alimentação humana. A receita anual da subsidiária é calculada em 18,75 bilhões de dólares. O grupo Cheil Jedang também já atua em Uberlândia por meio da sede de sua subsidiária em logística, a CJ Logística.

Compartilhe:
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Veja Também