Notícias

Instalações elétricas no Sistema Capim Branco entram na fase final

Linha de Transmissão deve ser concluída nas próximas semanas
22 de setembro de 2020
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Está em fase final as instalações elétricas do Sistema Capim Branco de Água Potável. São fios, cabos, painéis e disjuntores, que possuem características coordenadas entre si e essenciais para o funcionamento do sistema elétrico. Após a conclusão da primeira etapa, a estrutura, aliada aos sistemas Bom Jardim e Sucupira, terá capacidade para fornecer água para 1,5 milhão de habitantes e produção de 2 mil litros/segundo. Em outubro, o sistema entrará em pré-operação.

De acordo com o diretor técnico do Dmae, Geraldo Silvio de Oliveira, a rede elétrica aérea, que liga a Captação à Estação de Tratamento de Água (ETA), já está concluída, faltando apenas a energização pela Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig). “Estamos finalizando esta importante etapa, considerada essencial para o funcionamento de tudo, desde a retirada de água da represa até o bombeamento da água até as residências”, ressaltou. Trabalham na instalação do sistema elétrico, engenheiros, eletrotécnicos, eletricistas e auxiliares.

Na captação de água, às margens da represa, foi construída pelo Dmae uma subestação de energia de 138 KV. A estrutura conta com diversos equipamentos, tais como chaves seccionadoras, disjuntores, para-raios, postes, sala elétrica, sistema de proteção e dois transformadores com potência de 20.000 kVA (quilovoltampere). Esta subestação tem a finalidade de alimentar as motobombas da captação de água bruta e os dispositivos da Estação de Tratamento de Água.

Outra frente de trabalho

Outra frente de trabalho está concentrada com a própria Cemig. Com 18,4 quilômetros de extensão, a rede de alta tensão (de 138 kV), que vai suprir os conjuntos de motobombas na captação de água e estação de tratamento, deve ser finalizada nas próximas semanas. A linha de transmissão inicia-se na subestação Miranda e vai até a subestação do Sistema Capim Branco. O investimento da companhia é de R$ 8,6 milhões na ampliação da Subestação Miranda e na construção de 18,4 km de linha de distribuição.

Sistema Capim Branco

O Sistema Capim Branco de Água Potável está localizado próximo à comunidade da Tenda do Moreno, na zona rural de Uberlândia. O investimento da 1ª etapa é de R$ 336 milhões, financiados e repassados em parcelas pela Caixa conforme o andamento dos trabalhos. A conclusão está prevista ainda para este mês, com início da pré-operação em outubro.

Compartilhe:
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Veja Também