Notícias

Projeto da LOA 2021 é enviado à Câmara Municipal de Uberlândia

Orçamento para 2121 prevê investimentos em Saúde e Educação acima dos limites definidos pela Lei de Responsabilidade Fiscal
29 de setembro de 2020
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Nesta terça-feira (29), a Prefeitura de Uberlândia encaminhou à Câmara Municipal o projeto de Lei Orçamentária Anual (LOA) para 2021. O documento foi assinado para encaminhamento ainda nesta tarde (29) pelo prefeito Odelmo Leão. O orçamento previsto para o ano de 2021 é de R$ 3,3 bilhões.

Considerando apenas as receitas constitucionais, estabelecidas pela Emenda Constitucional 29/2000 e o artigo 212 da Constituição Federal, o Município prevê aplicar 26,87% dos recursos constitucionais em Saúde e 29,02% em Educação, ficando acima dos limites definidos pela Lei de Responsabilidade Fiscal, que são, respectivamente, 15% e 25%, e aumentando o investimento proporcional nesses setores em relação a 2020. O conteúdo na íntegra pode ser acessado aqui.

A LOA mensura os projetos e atividades próprios do programa de governo. É elaborada com base no projeto da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) e conta com artigos e capítulos que estimam a receita e fixam os gastos do município para o exercício do ano seguinte. Diferentemente do Plano Plurianual (PPA), que é quadrienal, tanto a LDO quanto a LOA devem ser elaboradas anualmente.

Cumprindo o princípio da transparência, a apresentação do projeto, conduzida pela Secretaria Municipal de Finanças, ocorreu na última sexta-feira (25) no Centro Administrativo Municipal e foi transmitida simultaneamente pelas redes sociais da Prefeitura. Para a elaboração do documento, a Prefeitura tomou por base a atual conjuntura do país, as projeções econômicas de especialistas em um cenário em recuperação da pandemia de Covid-19 e as demandas apresentadas pela cidade nos mais diversos setores.

A lei ainda estima uma reserva de contingência no valor de R$ 21.560.000 e o repasse de R$ 67.869.000 para a Câmara Municipal.

Confira abaixo o orçamento previsto por órgão da administração direta e indireta:

Administração Direta

  • Educação– R$ 742.233.000
  • Saúde– R$ 706.090.000
  • Obras– R$ 182.836.000
  • Administração– R$ 172.210.000
  • Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano– R$ 141.878.000
  • Finanças– R$ 121.188.500
  • Trânsito e Transportes– R$ 115.299.000
  • Desenvolvimento social, Habitação e Trabalho– R$ 86.564.000
  • Procuradoria– R$ 42.748.000
  • Governo e Comunicação Social– R$ 40.065.000
  • Agropecuária, Abastecimento e Distritos– R$ 39.987.000
  • Prevenção às Drogas, Defesa Social e Defesa Civil– R$ 29.847.000
  • Cultura– R$ 23.702.000
  • Planejamento Urbano– R$ 12.070.000
  • Desenvolvimento Econômico, Inovação e Turismo– R$ 6.802.500

Administração Indireta

  • Departamento Municipal de Água e Esgoto (Dmae): R$ 420.000.000
  • Instituto de Previdência dos Servidores Públicos do Município de Uberlândia (Ipremu): R$ 289.900.000
  • Fundação Uberlandense do Turismo, Esporte e Lazer (Futel): R$ 32.525.000
  • Empresa Municipal de Apoio e Manutenção (Emam): R$ 3.362.000
  • Fundação de Excelência Rural de Uberlândia (Ferub): R$ 1.537.000
Compartilhe:
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Veja Também