Notícias

Vacinação Antirrábica acontece em Tapuirama neste sábado (3)

A partir das 7h30, profissionais do CCZ iniciarão visitas às residências. Trabalho faz parte da etapa rural da Campanha de Vacinação que começou nesta semana
30 de setembro de 2020
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Os agentes do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) estarão neste sábado (3) no distrito de Tapuirama imunizando cães e gatos contra a raiva. O trabalho faz parte da etapa rural da 36ª edição da Campanha de Vacinação Antirrábica que começou nesta semana em Uberlândia.

A partir das 7h30, os profissionais do CCZ iniciarão as visitas as residências. Devem receber a dose cães e gatos com mais de três meses de vida, com exceção daqueles que estejam doentes ou no período de gestação ou lactação. A coordenadora do Programa de Controle da Raiva, Lilian de Andrade, explica que os agentes estarão devidamente uniformizados, portando crachá de identificação, e com equipamentos de segurança devido à situação de pandemia para fazer a visita na casa dos moradores.  

“Sabemos que estamos em um momento delicado, mas nossos profissionais estão tomando os devidos cuidados para continuar garantindo a saúde de todos. Não podemos esquecer também que a imunização contra a raiva é muito importante não só para a proteção dos animais, já que a doença também é transmitida para os seres humanos”.

A etapa da vacinação na zona rural acontece até o dia 30 de outubro. Durante a semana, os agentes estarão percorrendo as propriedades rurais. No final de semana, as visitas acontecerão nos distritos e setores de chácaras. No sábado do dia 10, a vacinação ocorrerá nos distritos de Martinésia e Cruzeiro dos Peixotos, além das chácaras do setor Jockey Camping. No dia 17, os agentes estarão nas chácaras Panorama, Manaim e Douradinho.

Prevenção

As principais formas de transmissão da raiva são por mordidas, arranhões e secreções de animais contaminados pelo vírus transmissor. A doença atinge principalmente o sistema nervoso central, provocando agressividade repentina e dificuldade em ingerir alimentos ou água. Por se tratar de uma enfermidade que não tem cura, a morte acontece em até sete dias após a manifestação dos sintomas. O mesmo acontece com o ser humano se não procurar atendimento médico rapidamente após ser mordido por algum cão ou gato infectado.

As ações do Programa de Controle da Raiva acontecem permanentemente durante todo o ano, com orientações, trabalhos de bloqueio e monitoramento do vírus, além de um posto de vacinação no CCZ. Embora o município apresente uma realidade positiva, a participação da comunidade é fundamental para manter os índices atuais.

Compartilhe:
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Veja Também