Notícias

Hospital Municipal completa 10 anos de serviços à comunidade uberlandense

Setor de hemodinâmica, credenciamento como unidade de assistência de alta complexidade em traumatologia e ortopedia e realização de cirurgias cardíacas são avanços da unidade
17 de novembro de 2020
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Inaugurado em 2010 pelo prefeito Odelmo Leão, o Hospital e Maternidade Municipal Dr. Odelmo Leão Carneio (HMMDOLC) comemorou, no último dia 15 novembro, dez anos de atividades prestadas à população de Uberlândia. Os esforços empreendidos neste período pela Prefeitura de Uberlândia, por meio da Secretaria Municipal de Saúde e da Associação Paulista para o Desenvolvimento da Medicina (SPDM), que é a responsável pela administração do hospital, permitiram importantes conquistas à unidade que hoje é referência em atendimento público hospitalar no Brasil.

Para celebrar os 10 anos de atividade, o Município e a SPDM prepararam uma semana de atividades. Nesta segunda-feira (16), foram colocados arco e faixa de agradecimento aos colaboradores, respectivamente, na entrada dos profissionais e no acesso aos pacientes. Ao longo do dia, também serão entregues certificados aos profissionais que estão desde a inauguração. O gerente de farmácia Marcelo Muniz Machado é um dos homenageados que acompanhou os avanços do hospital desde a inauguração em 2010.

“É muito motivador e me dá orgulho observar toda a evolução ao longo dos anos, pois participo desde a chegada do primeiro paciente. Os investimentos foram absurdos para melhorar o atendimento, a ampliação do hospital e serviços, a distribuição de medicamentos está com gestão de estoque totalmente automatizada. Tudo feito para conferir mais segurança aos pacientes e economia para o município”, destacou.

Hospital Municipal completa 10 anos de serviços à comunidade uberlandense 1

Foto: Valter de Paula/Secretaria de Governo e Comunicação

Nesta terça-feira (17), às 9h, ocorrerá o plantio de árvores na portaria da entrada principal. Na quarta-feira, a partir das 10h30, haverá a homenagem ao prefeito Odelmo Leão e ao secretário de saúde, Gladstone Rodrigues da Cunha. Também será homenageada a primeira gestante a dar à luz na Maternidade. No dia seguinte, às 8h30, ocorre a homenagem aos colaborados da unidade do centro, que é destinada ao tratamento dos pacientes com Covid-19. Recentemente, a unidade chagou ao marco de 1,5 mil altas hospitalares.

“São 10 anos de história, inovações e serviços para a população de Uberlândia. A administração do hospital preparou várias homenagens para celebrar esta data, que é um marco na história da nossa cidade. Portanto, vamos lembrar de todos estes anos e também agradecer aos colaboradores, que são peça importante para continuarmos oferecendo o melhor serviço hospitalar à toda a comunidade”, enfatizou o prefeito Odelmo Leão.

O Hospital e Maternidade Municipal

Localizado na região sul da cidade, o Hospital e Maternidade Municipal possui 20 mil metros quadrados de construção em um terreno de 55 mil metros quadrados. O complexo tem atualmente 256 leitos, sendo 30 de UTI adulto, 10 de UTI neonatal, 10 destinados ao tratamento da Covid-19 e 196 de enfermaria, incluindo a maternidade, que foi inaugurada em maio de 2011.

O projeto arquitetônico é de autoria do arquiteto e médico Domingos Fiorentini, que acumulou mais de 40 anos de experiência e projetou mais de 500 hospitais em todo o Brasil. Nestes 10 anos de serviços prestados à comunidade, o hospital acumulou importantes conquistas, como, por exemplo, a construção de uma sala de hemodinâmica para tratamentos de doenças cardíacas.

Hospital Municipal completa 10 anos de serviços à comunidade uberlandense 2

Foto: Cleiton Borges/Secretaria de Governo e Comunicação

Também foi possível ampliar a quantidade de cirurgias e a criação da unidade do Centro do Hospital Municipal destinado a receber os pacientes diagnósticos com Covid-19 e com necessidade de cuidados mais intensivos. Além disso, recebeu os credenciamentos junto ao Ministério da Saúde para ser unidade de assistência de alta complexidade em traumatologia e ortopedia e para realizar cirurgias de média a alta complexidade de oncologia. A unidade também está no processo de finalização do credenciamento para o setor de cardiologia.

São realizações voltadas exclusivamente à comunidade e as suas necessidades que foram surgindo ao longo dos anos desde a inauguração da unidade. “Desde a inauguração do Hospital, muita coisa mudou. São dez anos de crescimento da cidade e, consequentemente, das necessidades da população. É preciso acompanhar essa evolução, e por isso fomos nos adaptando para continuar oferecendo um bom atendimento a todos. A sala de hemodinâmica é prova disso, já que não podíamos continuar dependendo do único prestador de serviço na cidade para a realização de exames que ajudam a salvar vidas”, destacou o prefeito Odelmo Leão.

Estrutura e inovação

A concepção do projeto atende aos mais exigentes padrões de qualidade hospitalar, adotando conceitos inteligentes, como manutenção de baixo custo e processos ecologicamente corretos. Nos 20 mil metros quadrados de área construída, os pacientes têm o que há de mais moderno em infraestrutura, equipamentos e atendimentos.

 No telhado, a telha “sanduíche” com isolante térmico e acústico, reduz o calor. As janelas são venezianas em PVC, o que permite o máximo aproveitamento da iluminação e ventilação naturais, dispensando o uso do ar condicionado em boa parte do hospital. Para evitar acidentes, foram instaladas portas removíveis nos banheiros, que facilitam sua abertura através de uma alavanca externa caso o paciente se sinta mal. O consumo de oxigênio e de eletricidade também é racionalizado, pois conta com geração 100% próprias.

A Prefeitura também adquiriu equipamentos de última geração importados da Alemanha. Dentre as aquisições, estão aparelhos de raio-x portáteis, ultrassom, ecocardiógrafos, tomógrafo computadorizado e um aparelho de ressonância magnética. Equipamentos que são encontrados em hospitais como Albert Einstein e Sírio Libanês.

Hospital Municipal completa 10 anos de serviços à comunidade uberlandense 3

Foto: Marco Crepaldi/ Secretaria de Governo e Comunicação

São oferecidas várias especialidades médicas no complexo hospitalar, como atendimento clínico em cardiologia, hematologia, infectologia, neurologia, nefrologia e nutrologia. Na parte cirúrgica são realizados os procedimentos gerais, aparelho digestivo, torácico, vascular, urologia, ginecologia/obstetrícia, ortopedia e traumatologia, pediatria/neonatologia, oftalmologia, cardiologia e oncologia.

Atualmente, a unidade tem certificação em nível 2 pela Organização Nacional de Acreditação (ONA). Isso significa que o Hospital Municipal atende aos critérios de segurança exigidos e apresenta gestão integrada, bem como qualidade nos serviços prestados. Graças a essa avaliação, Uberlândia é a única cidade do Triângulo Mineiro com hospital público reconhecido no Brasil pelos serviços prestados.

Compartilhe:
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Veja Também