Notícias

Prefeitura relembra ações de apoio à mulher

Aplicativo Salve Maria é uma das ferramentas de denúncias contra este crime
24 de novembro de 2020
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Um balanço realizado Pela Prefeitura de Uberlândia e Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social, Trabalho e Habitação mostra que entre 2017 a agosto de 2020 foram atendidas 31.702 vítimas de agressão. Neste Dia Internacional da Eliminação da Violência contra a Mulher, lembrado no dia 25 de novembro, a Prefeitura de Uberlândia ressalta a importância de ações afirmativas voltadas a elas.

Um importante aliado para combater a violência doméstica é o aplicativo Salve Maria, uma ferramenta que veio para agregar auxiliando as moradoras de Uberlândia na facilidade de denunciar as agressões sofridas. O app foi lançado em março de 2019 e já contabilizou 12.835 downloads, 645 denúncias e o botão do pânico, uma das funções disponíveis, foi acionado por 360 usuárias, indicando perigo eminente. Por meio dele, as denúncias são encaminhadas diretamente à Polícia Militar de Minas Gerais (PMMG).

O Salve Maria funciona como um canal direto com a Polícia Militar para denunciar diversos tipos de abuso seja físico, psicológico, patrimonial, moral ou sexual. A vítima da violência, consegue por meio do aplicativo, fazer a denúncia no momento exato do abuso. O botão do pânico pode ser utilizado em caso de urgência, acionando imediatamente a presença dos militares.

O projeto foi idealizado pela secretária municipal de Governo e Comunicação, Ana Paula Junqueira. O aplicativo foi desenvolvido pela Prefeitura de Uberlândia, por meio da Empresa Processamento de Dados de Uberlândia (Prodaub) em parceria com a Secretaria Municipal de Governo e Comunicação. Quem possui smartphones com o sistema operacional Android pode baixar o app na loja virtual Play Store. Para o sistema iOS, o recurso está disponível no App Store.

“Com a vinda da pandemia aconteceu o agravamento das vulnerabilidades a que as mulheres estão sujeitas e, por isso, relembramos as políticas de assistência social da Prefeitura de Uberlândia. Além delas, os serviços de proteção social básica e especial, bem como de acesso aos programas de saúde, possuem papeis primordiais para a construção de redes de atenção às famílias e às mulheres. Nossas uberlandenses podem contar com esse aporte, para que possam construir estratégias de superação e autonomia”, ressaltou Ana Paula Junqueira.

Casa da Mulher

Outro ponto de grande importância para as mulheres uberlandenses é a Casa da Mulher, que disponibiliza uma completa estrutura de apoio, incluindo a presença da Diretoria de Proteção Social da Mulher, o Núcleo de Apoio à Mulher, que orientam e encaminham as vítimas para rede socioassistencial. O trabalho é feito por uma equipe composta por profissionais como assistentes sociais e psicólogos. O espaço também manterá os serviços sob jurisdição do Estado: a Defensoria Pública, que dá suporte jurídico às vítimas, além da Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher, que investiga, apura e previne crimes.

Saúde da Gestante

Além de todo a aparato disponibilizada pelo município para a proteção da mulher, a Prefeitura de Uberlândia também oferece uma vasta gama de serviços na saúde, com a Rede de Atenção à Saúde da Mulher e da Criança. 

Dentre as ações oferecidas, destacamos o Programa Mãe Uberlândia – que proporciona atendimento amplo a todas as gestantes garantindo acesso desde o pré-natal, parto e pós parto, ampliando o atendimento humanizado às famílias, o acompanhamento ao bebê com maior incentivo ao aleitamento materno e acompanhamento do crescimento e desenvolvimento da criança. O Programa foi criado em 2008, na primeira gestão pelo prefeito Odelmo Leão, projeto confere qualidade no atendimento às gestantes e crianças.

Ainda durante a gestação, é oferecido o Aplicativo Mãe Uberlândia – serviço que possibilita à gestante acompanhar seu progresso gestacional no pré-natal, verificar se fez todos os exames, os dias de consulta e após o parto acompanhar o desenvolvimento de seu filho.

Desde de junho de 2020, as maternidades de referência comunicam as unidades de saúde o nascimento de crianças de sua área de abrangência, desta forma, a mãe e a criança já sairão da maternidade com o agendamento da consulta puerperal e da primeira consulta do bebê.

Saúde da Mulher

A Prefeitura também disponibiliza a técnica de contracepção subcutânea – a realização de Implante Contraceptivo Subcutâneo, que é considerado uma das formais mais eficazes para evitar a gravidez indesejada, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS). O procedimento é oferecido gratuitamente pela rede municipal para mulheres em situação de vulnerabilidade.

O Mamógrafo Móvel é outro importante equipamento de Saúde da mulher. Ele permite o atendimento de forma completa, facilitando o acesso e a prevenção do câncer de mama com equipamentos de última geração, que garantem resultados precisos. Durante esta gestão, também foi intensificada a coleta de citologia do colo do útero na população feminina, prioritariamente na faixa de 25 a 64 anos.

Compartilhe:
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Veja Também