Notícias

Prefeitura participa de seminário on-line sobre dores crônicas

Organizado pela Arur com apoio do Município, evento gratuito reuniu pacientes que convivem com doenças reumáticas e profissionais da saúde
18 de dezembro de 2020
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Pacientes com dores crônicas e profissionais de saúde participaram na tarde desta quinta-feira (17) de um seminário on-line sobre doenças reumáticas. Especialistas que atuam na rede municipal de saúde integraram o time de palestrantes que, durante cerca de três horas, falaram sobre diagnóstico, cuidados, a importância do envolvimento do paciente no tratamento e como a investigação precoce de sintomas pode ser uma aliada em um tratamento mais eficiente. O encontro foi organizado pela Associação dos Reumáticos de Uberlândia e Região, tendo a Prefeitura de Uberlândia entre os apoiadores.

Assistente social da rede municipal, Cláudia Regina Nogueira de Souza explicou como a atenção primária desenvolve um trabalho multiprofissional, integrando as equipes com os profissionais da atenção ambulatorial especializada e o trabalho conjunto entre as unidades básicas de saúde e as redes de urgência e emergência e atenção hospitalar. Ela ainda destacou uma importante estratégia para aumentar as chances de sucesso do tratamento para dor crônica.

“Nós temos o autocuidado apoiado, que é o estudo de caso, enquanto projeto tearapêutico, do plano de tratamento. Esse trabalho é feito junto com o paciente, porque não adianta a equipe discutir e o paciente não aderir. E, dessa forma, a chance do paciente aderir ao tratamento aumenta”, esclareceu.

Além de Cláudia Regina, a rede municipal contribuiu com as discussões por meio dos reumatologistas Marina Alvarenga Rezende Bustamante e Humberto Machado Resende.

Prefeitura participa de seminário on-line sobre dores crônicas 1

A presidente da Arur, Nilma Rodrigues de Oliveira, celebrou o resultado do encontro, o primeiro com o tema “Diagnóstico e manejo das doenças reumáticas”. “Eu acho que esse seminário de conversa foi para onde nós queríamos, quando pensamos nessa iniciativa, que é estimular a conversa com o médico e a consulta compartilhada.”

O Ministério da Saúde, referenciando dados da Sociedade Brasileira de Reumatologia, estima que mais de 15 milhões de brasileiros são afetados por alguma das mais de 120 doenças reumáticas existentes, convivendo com uma condição considerada uma das principais causas de auxílio doença e afastamento do trabalho. Em Uberlândia, a Arur possui 3,8 mil pacientes cadastrados.

As doenças reumáticas se referem àquelas que podem ter manifestações na musculatura esquelética, como osteoporose, gota, artrite, artrose, lúpus erimatoso sistêmico, fibromialgia, lesões por esforços repetitivos (LER), entre outras.

Compartilhe:
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Veja Também