Notícias

Últimos dias para conferir a exposição sobre a história da capoeira em Uberlândia

Exposição foi aberta em outubro de 2020 no Memorial Afro da Secretaria Municipal de Cultura e será finalizada no dia quatro de fevereiro
28 de janeiro de 2021
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

O legado deixado pela capoeira na história de Uberlândia ganhou destaque com a exposição lançada no dia 15 de outubro e que será encerrada no próximo dia quatro no Centro Municipal de Cultura de Uberlândia. Intitulada “Capoeira – A luta da liberdade”, a exposição homenageia os capoeiristas da cidade e seus mestres. Atualmente considerada Patrimônio Mundial, é a maior expressão das heranças culturais afro-brasileiras.

A exposição está aberta à visitação na Diretoria de Igualdade Racial, atendendo os interessados mediante agendamento prévio, pelo telefone (34) 3236-8011. Este modelo previne aglomerações e segue todas as normas de segurança exigidas pelo Comitê Municipal de Enfrentamento à Covid-19.

Com destaque para a “árvore dos mestres”, analogia feita de cabaças para homenagear os 36 mestres de capoeira da cidade, o foco da exposição é o resgate da memória destes agentes culturais que detém uma parte relevante da história cultural em suas vivências.

Capoeira

A capoeira foi criada no século XVII pelo povo escravizado da etnia banto e se difundiu por todo o Brasil. Hoje é considerada um dos maiores símbolos da cultura brasileira, uma expressão cultural brasileira que compreende os elementos: arte-marcial, esporte, cultura popular, dança e música. É marcada por construir relações de sociabilidade e familiaridade entre mestres e discípulos, sendo difundida de modo oral e gestual nas ruas e academias ao longo dos séculos.

Em 2008, a Roda de Capoeira foi registrada como bem cultura pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN) e, em 2014, recebeu o título de Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade pela Unesco.

Compartilhe:
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Veja Também