Notícias

Produtores rurais recebem orientações sobre instalação de biodigestores

Iniciativa do Dmae integra as ações do Projeto Água Vida na zona rural de Uberlândia
30 de janeiro de 2021
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Na manhã deste sábado (30), os produtores rurais da Tenda do Moreno receberam orientações sobre a instalação e funcionamento dos biodigestores. O minicurso foi realizado por técnicos do Departamento Municipal de Água e Esgoto (Dmae) na fazenda Pindaíba. A iniciativa inclui a doação de 70 biodigestores para as propriedades rurais às margens do rio Araguari, no entorno da obra do Sistema produtor de água Capim Branco.

O gerente ambiental do Dmae, Celismar Costa, e o supervisor do Programa Buriti, Masterson Ferreira, orientaram sobre a instalação do biodigestor. A parte prática contou com a instalação de um dispositivo na propriedade com a ligação da tubulação. Detalhes importantes da manutenção e funcionamento do dispositivo também foram apresentados no minicurso.

Produtores rurais recebem orientações sobre instalação de biodigestores 1

Celismar Costa ressaltou os benefícios do uso do biodigestor nos imóveis da zona rural e o ganho de qualidade de vida dos moradores. “Este dispositivo faz o tratamento dos dejetos sanitários de forma bastante eficiente com a separação do líquido e sólido. Também exige pouca manutenção, com a limpeza a partir de três anos de uso”, destacou.

Para o produtor rural Cláudio Augusto Rastrello, a instalação do biodigestor em sua propriedade tem como vantagem a melhora do tratamento sanitário. “Temos fossa séptica e vamos mudar para este sistema por ser ecologicamente correto e exigir menos manutenção”, afirmou.

Água Vida

O projeto Água Vida, contrapartida social do Sistema Capim Branco tem realizado diversas ações de melhoria social e qualidade de vida para a população do entorno da obra. Dentre estas iniciativas, estão a reforma da escola da comunidade da Tenda do Moreno, a delimitação das áreas de preservação permanente (APP) e respectiva revitalização com plantio de espécies nativas por meio do Programa Buriti. Outra ação são os cursos profissionalizantes em andamento no Centro Educacional Supere.

Compartilhe:
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Veja Também