Notícias

Prefeitura entra na fase rígida de enfrentamento à Covid-19 a partir de sábado (20)

Medida foi adotada devido ao crescente número de contaminação pelo vírus na cidade; prefeito Odelmo Leão também anunciou abertura de novos leitos de UTI na rede municipal
17 de fevereiro de 2021
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Foto: Valter de Paula/Secretaria de Governo e Comunicação

Devido ao aumento de números de casos de contágio do novo coronavírus, o prefeito Odelmo Leão anunciou que a cidade está na fase rígida do Plano Municipal de Funcionamento das Atividades Econômicas a partir do próximo sábado (20). O comunicado foi feito durante coletiva de imprensa, nesta quarta-feira (17), no Centro Administrativo, e contou com a presença de membros do Núcleo Estratégico do Comitê Municipal Enfretamento à Covid-19 e do Secretário de Saúde do Estado de Minas Gerais, Carlos Eduardo Amaral. 

O prefeito Odelmo Leão informou, também, que as atuais restrições de funcionamento do comércio e de venda de bebidas alcoólicas deliberadas no início deste mês serão prorrogadas até esta sexta-feira (19) e, neste ínterim, serão publicadas novas medidas mais rigorosas que passam a valer no dia 20 de fevereiro. 

“Discutimos longamente as decisões que vamos tomar para a fase rígida. A decisão de entrar na fase mais restrita é uma tentativa de conter o contágio e amenizar as internações, porque a situação é grave. Como estamos presenciando uma falta de consciência coletiva, vamos ter que tomar uma atitude mais drástica para aumentar os índices de isolamento social. O sistema de saúde, tanto do público quanto privado, está no limite”, explicou o prefeito Odelmo Leão. 

Ampliação do atendimento 

Ainda durante a coletiva, o prefeito Odelmo Leão informou sobre a ampliação da capacidade de atendimento de pacientes com Covid-19 em Uberlândia. Serão abertos mais 10 leitos de Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) no Hospital Municipal e 25 de enfermeira no Centro de Internação Missão Sal da Terra. A previsão é de que os leitos sejam ativados ainda nesta semana. 

Atualmente, estão em operação no anexo do Hospital Municipal (Santa Catarina) 72 leitos de UTI e 37 leitos de enfermaria. Já na unidade do HM no bairro Jardim Botânico, são 30 leitos de UTI também destinados apenas para o tratamento da Covid-19. No Centro de Internação Missão Sal da Terra são 80 leitos de enfermaria. 

Com a abertura dos novos leitos, o município passará a oferecer para o tratamento da Covid, 112 leitos de UTI e 142 de enfermaria. “Nesses onze meses, abrimos 112 UTIs. A função constitucional do município é a atenção primária, mas estamos fazendo um grande esforço para atender a média e alta complexidade, principalmente para o tratamento da Covid. Estamos no limite, e a população e a Universidade Federal precisam nos ajudar”, pontou Odelmo Leão.

Compartilhe:
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Veja Também