Notícias

Atletas da Futel com síndrome de down se destacam no esporte

Dentre eles estão o hexacampeão brasileiro de Kata PCD, Daniel Borges, e o vice-campeão brasileiro de atletismo, Gabriel Abreu
22 de março de 2021
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Na semana em que o Dia Internacional da Síndrome de Down é celebrado, a Fundação Uberlandense do Turismo, Esporte e Lazer (Futel) relembra o importante papel desempenhado por atletas portadores desta síndrome. Dentre eles, estão Daniel Borges, hexacampeão brasileiro de Kata PCD (Pessoas com Deficiência) pela Federação Brasileira de Karatê, e Gabriel Abreu, vice-campeão brasileiro na prova de 1.500 metros rasos no atletismo paralímpico.

Na natação são oito atletas: Andressa Rodrigues, Maximiliano Silva, Gustavo Anchieta, Wendel Nascimento, Tânia França, Tatiane Gonçalves, Gabriel Gonçalves e Luís Eduardo Ribeiro, que frequentemente participavam de festivais no UTC, antes de as atividades serem interrompidas por conta da pandemia da Covid-19. “Esses atletas nos orgulham muito, pois são dedicados e se destacam em todos os eventos esportivos que participam. Diariamente eles comprovam que são muito mais fortes que qualquer preconceito”, disse o diretor geral da Futel, Edson Zanatta.

Segundo o carateca Daniel Borges – hexacampeão brasileiro de Karatê nos anos de 2012 (em Uberlândia), 2013 (Aracaju), 2014 (Santa Cruz do Sul), 2017 (Curitiba), 2018 (Limeira) e Araraquara (2019) – a Futel tem um papel muito importante em sua vida. “Treino desde 2011 e o karatê me ajuda muito não só por conta da prática esportiva, mas também por me proporcionar a oportunidade de fazer amigos. Mesmo nesse período de pandemia continuo treinando, através de aulas on-line, e tem sido muito gratificante e importante para mim”, comentou.

Compartilhe:
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Veja Também