Notícias

Prefeitura reforça estrutura do atendimento à população em situação de rua

Diante da Covid-19, diversas medidas sanitárias e procedimentos foram adotados para garantir o atendimento às pessoas em situação de rua.
7 de maio de 2021
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Foto: Secretaria Municipal de Governo e Comunicação/PMU

Durante o período de pandemia de Covid-19, a Prefeitura de Uberlândia, através da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social, Trabalho e Habitação (Sedesth), tem adotado uma série de medidas em sua estrutura de atendimento à população em situação de rua, tendo como referência as indicações do Núcleo Estratégico do Comitê Municipal de Enfrentamento à Covid-19, do Ministério da Cidadania e da Política Nacional para a População em Situação de Rua, além de outros instrumentos legais. A fim de diminuir os riscos de transmissibilidade, reforçar o distanciamento social e assegurar o cuidado em casos de suspeita ou confirmação de contaminação, o trabalho com esta população foi intensificado. 

Em uma das ações da pasta, a equipe de Abordagem Social de Rua faz busca ativa diária de pessoas em situação de rua nas vias, praças e logradouros públicos, realizando os encaminhamentos necessários para as pessoas com sintomas de COVID-19.

Visando a prevenção de contágio dos funcionários e dos usuários em acolhimento, o monitoramento e avaliação das instituições de Acolhimento Institucional parceiras da Sedesth também passou a ser diário, com orientações sistemáticas sobre o uso adequado dos equipamentos de proteção, normas de segurança e prevenção à Covid-19, e sendo reforçada a importância de manter o distanciamento e o isolamento social.

Para estas instituições, a Sedesth, além de repassar recursos financeiros complementares à subvenção para aquisição de materiais e implementação de ações de prevenção à COVID 19, disponibilizou máscaras faciais de tecido, álcool em gel, kits de higiene pessoal, roupas, chinelos, tocas e aventais, entre outros itens. 

Já no Centro de Referência Especializado para População de Rua e Migrante, são reforçadas as orientações sobre a prevenção ao contágio junto aos trabalhadores e usuários e disponibilizados equipamentos de proteção e prevenção ao coronavírus. Frequentemente também são realizadas sanitizações no Centro de Referência e em suas adjacências.

Acolhimento Institucional específico para pessoa com suspeita de Covid-19 

Desde março de 2020, o abrigo Ceami Martins, instituição parceira da SEDESTH, passou a funcionar como porta de entrada para o primeiro acolhimento às pessoas em situação de rua. Neste espaço, tais pessoas ficam em observação entre cinco e 10 dias para verificar possíveis sintomas. Caso a pessoa não apresente algum, ela é transferida para os outros abrigos parceiros. 

Para evitar a disseminação do coronavírus, todos que apresentam sintomas e ou suspeita de contaminação são encaminhados para isolamento, sendo solicitada a testagem de Covid-19, em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde. Para este encaminhamento foi criado no Ceami das Chácaras Panorama um espaço de quarentena para a permanência das pessoas encaminhadas.

Unidade Pública Governamental de referência para o atendimento: 

Centro de Referência Especializado para População de Rua e Migrante

Praça da Bíblia, s/n., bairro Martins, Uberlândia (MG)

Contatos: (34) 3216-7161 / 3235-4772 0800-940-1229 – e-mail:

centropop@uberlandia.mg.gov.br

Compartilhe:
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Veja Também