Notícias

Prefeitura inicia instalação de usina fotovoltaica no Parque do Sabiá

Estrutura sustentável será responsável pelo abastecimento de energia de todo o complexo; melhoria poderá propiciar economia anual de R$ 300 mil
19 de maio de 2021
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

A Prefeitura de Uberlândia segue evoluindo e acompanhando as boas práticas sustentáveis. Ótimo exemplo disso é que, nesta semana, teve início a montagem da usina fotovoltaica do Parque do Sabiá. A estrutura contendo 628 placas fotovoltaicas está sendo instalada ao lado do Parque Aquático Deputado João Bittar Júnior e será responsável por fornecer energia a todo o complexo, incluindo o parque de lazer, o estádio e a Arena Sabiazinho. A melhoria, além de ser benéfica ao meio ambiente, ainda trará grande economia para a administração municipal.

Deste modo, as 628 placas de 395 watts serão responsáveis pela geração de 248 kilowatts de potência, refletindo em uma média anual de 390 megawatts de energia gerados. Estas unidades poderiam abastecer, em média, 361 casas durante um ano. Outro fator muito importante será a economia gerada pelo município quanto às contas de energia. Valores que, após o terceiro ano de geração de energia por parte da estrutura, chegarão a R$ 300 mil economizados pelo erário durante o ano.  

“Este é mais um grande projeto inovador que será colocado em operação e trará grandes melhorias para a cidade em diversos sentidos. Além de contarmos com uma fonte de energia renovável e limpa, seremos os responsáveis, portanto, pela geração da nossa própria energia com a capacidade de abastecer todo o complexo do Parque do Sabiá”, disse o prefeito Odelmo leão, ressaltando que a melhoria conta, ainda, com o benefício do chamado payback, uma vez que a usina se paga com a energia gerada, trazendo economia na conta.

Para instalação da usina, a empresa Solar Power foi contratada sob licitação. O investimento para implantação da estrutura será de R$ 894 mil. As secretarias municipais de Governo e Comunicação e de Meio Ambiente e Serviços Urbanos serão as responsáveis pela fiscalização do serviço.

Compartilhe:
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Veja Também