Notícias

Dmae forma novos soldadores no projeto ‘Água Vida’

Iniciativa integra a contrapartida social da obra do Sistema Capim Branco
27 de maio de 2021
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Divulgação/Dmae

A primeira turma do curso profissionalizante de Soldador Industrial, oferecido pelo Departamento Municipal de Água e Esgoto (Dmae) por meio do projeto “Água Vida”, concluiu, nesta semana, sua formação de 102 horas no Centro Educacional Supere. Os novos soldadores aprenderam fundamentos teóricos e conhecimentos práticos e agora estão preparados para as oportunidades do mercado de trabalho. A iniciativa integra a contrapartida social da obra do Sistema Capim Branco.

Para o aluno Rodrigo Silva de Oliveira, que já trabalha como caldeireiro industrial e mecânico de manutenção, o curso vai melhorar seu desempenho profissional.   “No setor em que eu trabalho, às vezes é preciso fazer soldas e o curso vai me ajudar muito daqui para frente. Este aprendizado aumentou também meu leque de habilidades, ou seja, estou preparado para diversos tipos de serviço”, afirmou.

O professor e doutor em engenharia mecânica, Vinícius Lemes Jorge, destacou que o curso ofereceu conhecimento teórico e prático aos alunos que já trabalham na área e aos novatos. “O conhecimento teórico ajuda nos procedimentos, agregando qualidade à solda. Os alunos iniciantes conseguiram compreender os fundamentos e o aprendizado dos três processos de soldagem, com capacidade para iniciar na profissão”, explicou.

Neste mês, dez turmas do projeto Água Vida estão em andamento nos seguintes cursos: Cálculo de Medicamentos e Injetáveis, Primeiros Socorros, Feridas e Curativos, NR 10, Eletricidade Residencial e Assistente Administrativo.

‘Água Vida’

Pelo projeto “Água Vida”, o Dmae tem realizado diversas ações de melhoria social e qualidade de vida para a população do entorno da obra. Dentre as iniciativas estão os cursos profissionalizantes em andamento no Centro Educacional Supere, que abrangem os setores de saúde, administração, alimentação e manutenção. Há opções como soldagem, gestão de controle de perdas, assistente administrativo, cuidador de idosos, entre outras.

 Também já foi realizada a reforma da escola da comunidade da Tenda do Moreno, a delimitação das áreas de preservação permanente (APP) e respectiva revitalização com plantio de espécies nativas por meio do Programa Buriti nas propriedades do entorno do rio Araguari.

Compartilhe:
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Veja Também