Notícias

Prefeitura reforça fiscalização noturna e interrompe festas clandestinas

Em parceria com a PM, a Força-tarefa de fiscalização percorreu setores de chácaras, represas e vários bairros da cidade neste fim de semana
6 de junho de 2021
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Foto: Cleiton Borges – Secretaria Municipal de Governo e Comunicação/PMU

A Força-tarefa de fiscalização da Prefeitura de Uberlândia, com apoio da Polícia Militar, atuou neste fim de semana para coibir festas clandestinas e eventos realizados em desconformidade com os protocolos de biossegurança e as normas sanitárias vigentes em Uberlândia durante a pandemia da Covid-19.

A operação iniciou às 18h de sábado (5) e foi concluída às 3h da madrugada deste domingo (6), com o resultado de 10 interdições, 2 autuações de multas no valor de R$ 5 mil para proprietário e organizador de eventos e 55 autuações no valor de R$ 200,00 para frequentadores.

Foram percorridos cerca de 200 km com fiscalização massiva em setores de chácaras, represas e bairros da cidade. Uma das interdições aconteceu na rua Ina Maria Pinto, no Morada Nova. Os fiscais da Prefeitura e a PM interromperam uma festa clandestina com mais de 70 pessoas nesta madrugada. No ato da abordagem, aproximadamente 30 frequentadores fugiram do local.    

Prefeitura reforça fiscalização noturna e interrompe festas clandestinas 1
Foto: Cleiton Borges – Secretaria Municipal de Governo e Comunicação/PMU

O superintendente do Procon Uberlândia, Egmar Ferraz, esclarece que a operação vai permanecer. “O cidadão precisa entender que o município, as equipes médicas e grande fatia da população estão fazendo o dever de casa para diminuir a proliferação do vírus. Mas, infelizmente, a irresponsabilidade e a falta de empatia de alguns pelo coletivo têm resultado nestes acontecimentos inadmissíveis no atual momento. E, para coibir, permaneceremos empenhados com os fiscais de Posturas, Meio Ambiente, Agronegócio, Vigilância Sanitária e Superintendência de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon), com o apoio da Polícia Militar. Contamos sempre com a ajuda e a conscientização da sociedade”, pontuou o superintendente.

Compartilhe:
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Veja Também