Notícias

Casa da Mulher é referência para representantes de cidades mineiras

Militares de João Pinheiro/MG, Unai/MG e Paracatu/MG visitaram as instalações nesta terça-feira (15)
15 de junho de 2021

A prefeitura de Uberlândia segue como referência no apoio ao combate à violência doméstica. Nesta terça-feira (15), membros da patrulha de prevenção à violência doméstica (PPVD) de João Pinheiro/MG, Unai/MG, Paracatu/MG e Uberlândia, bem como os Tenentes Allyson Manoel dos Santos Silva e Jorge Couto, representando os 17º e 32º batalhões de Polícia Militar, visitaram as instalações da Casa da Mulher/CIM, que está sob responsabilidade da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social, Trabalho e Habitação.

Na oportunidade, os militares conheceram o funcionamento, bem como conheceram o atendimento psicossocial oferecido no local. Segundo os militares, o encontro visa promover o aprimoramento do atendimento das vítimas de violência doméstica nas respectivas comarcas.

Casa da Mulher

Inaugurada em novo espaço em março de 2019, a Casa da Mulher é um espaço destinado a mulheres vítimas de violência que abriga uma completa estrutura de apoio, que inclui a presença da Diretoria de Proteção Social da Mulher e o Núcleo de Apoio à Mulher, que orientam e encaminham as vítimas para rede socioassistencial. O trabalho é feito por uma equipe composta por profissionais como assistentes sociais e psicólogos. O equipamento público está localizado na avenida Nicomedes Alves dos Santos, 727, bairro Lídice.

Ajuda na palma da mão

A luta contra a violência doméstica também ganha força por meio do aplicativo Salve Maria, lançado pela Prefeitura de Uberlândia em 2019. A iniciativa propicia mais um canal direto com a Polícia Militar (PM) para denúncias de abusos de diferentes tipos. Por rápidos comandos no celular, é possível reportar violências de ordem física, psicológica, patrimonial, moral e sexual. A ferramenta também permite informar se o caso está ocorrendo no exato momento da denúncia. Em ocorrências de extrema urgência, basta que o denunciante utilize o “botão do pânico” para acionar imediatamente a presença dos militares.

“Ficamos felizes que nossas ferramentas de apoio à mulher estejam ultrapassando barreiras e levando mais segurança a outras localidades, para sair dessa situação de vulnerabilidade que se encontram e construir uma história diferente”, afirmou a secretária municipal de Governo e Comunicação, Ana Paula Junqueira.

O projeto foi idealizado pela Secretária e desenvolvido por meio da Empresa Processamento de Dados de Uberlândia (Prodaub) em parceria com a Secretaria Municipal de Governo e Comunicação. Quem possui smartphones com o sistema operacional Android pode baixar o app na loja virtual Play Store. Para o sistema iOS, o recurso está disponível no App Store.

Veja Também

Para melhorar a sua experiência na plataforma e prover serviços personalizados, utilizamos cookies. Ao aceitar, você terá acesso a todas as funcionalidades do site. Se clicar em "Rejeitar Cookies", os cookies que não forem estritamente necessários serão desativados. Para escolher quais quer autorizar, clique em "Gerenciar cookies". Saiba mais em nossa Declaração de Cookies.

Configurações avançadas de cookies

Para melhorar a sua experiência na plataforma e prover serviços personalizados, utilizamos cookies.

Cookies estritamente necessários

Esses cookies permitem funcionalidades essenciais, tais como segurança, verificação de identidade e gestão de rede. Esses cookies não podem ser desativados em nossos sistemas. Embora sejam necessários, você pode bloquear esses cookies diretamente no seu navegador, mas isso pode comprometer sua experiência e prejudicar o funcionamento do site.

Cookies de terceiros

O portal uberlandia.mg.gov.br não tem controle sobre quais cookies de terceiros serão ativados. Alguns cookies de terceiros que podem ser encontrados ao acessar o portal:
Domínios: Google, Youtube, consulte mais em