Notícias

Prefeitura recebe visita de representantes da Camda nesta quarta-feira (23)

Cooperativa Agrícola Mista de Adamantina (Camda) deseja ampliar o agronegócio com unidade fabril na cidade
23 de junho de 2021
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Foto: Valter de Paula – Secretaria Municipal de Governo e Comunicação/PMU

Com o objetivo de fortalecer ainda mais a cadeia do agronegócio, o prefeito Odelmo Leão, a secretária municipal de Agronegócios, Economia e Inovação, Thalita Jorge, e a Cooperativa Agrícola Mista de Adamantina (Camda), representada pelo diretor operacional e comercial Laércio Vexiatto, pelo gerente de nutrição, Carlos Alberto Tolentino, pelo gerente de produção, Marcos Henrique Onofre, e gerente de filiais, Lucas Avancine, se encontraram nesta quarta-feira (23) à tarde no gabinete do gestor municipal para alinharem projetos de expansão da Camda, que envolvem a construção e instalação de uma nova unidade fabril.

Visando benefícios mútuos para o progresso contínuo de Uberlândia e da Cooperativa, o prefeito Odelmo Leão reforçou o apoio da Prefeitura e também o auxílio constante da Secretaria. “Estamos de portas abertas para à Camda e para todos os projetos que trouxerem melhorias, beneficiando a população e a quem investe e aposta na nossa cidade. É um prazer receber esta cooperativa que está há mais de 50 anos atuando no agronegócio”.

O diretor da Camda, Laércio Vexiatto, aproveitou a visita apontando a prosperidade e o acolhimento do município. “É por conta de gestores como Odelmo Leão que a região cresce. É um administrador que faz acontecer e conhece o mercado. Uberlândia é uma cidade muito organizada e todas as vezes que viemos, nos sentimos em casa e como o agronegócio é um dos setores mais importantes do país, viemos estreitar laços com o executivo dessa cidade que é um ponto estratégico quando se fala em logística”, pontuou o diretor.  

Sobre a Camda:

A Cooperativa Agrícola Mista de Adamantina (Camda) começouem 1965 quando agricultores uniram-se e criaram um elo com cada plantador da região.  O objetivo da cooperativa é fortalecer a comercialização da produção, aquisição de insumos, mudas, sementes e outros produtos necessários para o plantio e a colheita, fundar uma representação firme e coesa junto aos órgãos governamentais da época, sendo que a mais importante tarefa foi ser uma espécie de indicador da rota a seguir, o divulgador da mais moderna tecnologia e criador de processos para o manuseio da terra.

Compartilhe:
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Veja Também