Notícias

Paratletas de associações parceiras da Futel são convocados para Jogos Paralímpicos de Tóquio

Lara Lima (halteroflismo), Mateus Carvalho (bocha) e Rodrigo Parreira (atletismo) estão na delegação anunciada pelo CPB nesta terça-feira (6)
6 de julho de 2021
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Os paratletas Lara Lima (halterofilismo), Mateus Carvalho (bocha) e Rodrigo Parreira (atletismo), de associações parceiras da Fundação Uberlandense do Turismo, Esporte e Lazer (Futel), foram convocados para os Jogos Paralímpicos de Tóquio. Também foram chamados os assistentes esportivos Oscar Carvalho (bocha) e Jovanna Costa (bocha), o treinador Weverton Santos (halterofilismo) e o fisioterapeuta Vander Fagundes (halterofilismo). A competição acontecerá entre os dias 24 de agosto e 5 de setembro. O anúncio foi feito pelo Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB), na tarde desta terça-feira (6), em transmissão ao vivo no YouTube e no Facebook.

Lara Lima, Mateus Carvalho, Oscar Carvalho, Jovanna Costa, Weverton Santos e Vander Fagundes são da equipe Clube Desportivo para Deficientes de Uberlândia (CDDU/Futel) e Rodrigo Parreira da Associação dos Paraplégicos de Uberlândia (Aparu/Futel).

Paratletas de associações parceiras da Futel são convocados para Jogos Paralímpicos de Tóquio 1

Segundo o diretor geral da Futel, Edson Zanatta, a fundação teve um papel essencial nessa conquista. “Mesmo durante a pandemia, a Prefeitura de Uberlândia, por meio da Futel, manteve a rotina de treinamento de todos os paratletas de alto rendimento com chances de convocação para competições internacionais, em especial os Jogos Paralímpicos. Para isso, colocou à disposição dos paratletas toda a sua estrutura e seus profissionais como os treinadores Weverton Santos (halterofilismo), Glênio Fernandes (bocha) e Leandro Garcia (atletismo) e o fisioterapeuta Vander Fagundes. Todos os treinos seguiram um rigoroso protocolo de prevenção à Covid-19, com uso obrigatório de máscara de proteção e álcool em gel, além do distanciamento social e número limitado de paratletas por horário. Foi um trabalho intenso e o resultado está evidente para o mundo todo”, ressaltou.

O prefeito Odelmo Leão parabeniza os convocados. “São pessoas que orgulham Uberlândia e todo o país, tanto pela dedicação ao esporte quanto pelas suas histórias de vida. Desde já, desejo boa sorte a todos em Tóquio e sigo na expectativa para que regressem com a tão sonhada medalha”, destacou.

Paratletas de associações parceiras da Futel são convocados para Jogos Paralímpicos de Tóquio 2

Maior delegação da história

A delegação brasileira tem 250 atletas, além de comissão técnica, médica e administrativa. Esta será a maior missão nacional paralímpica fora do país. A modalidade com o maior número de atletas é o atletismo com 64 atletas e 18 atletas-guia. A natação será a segunda modalidade com o maior número de representantes, com 35 nadadores.

Também de Uberlândia, estão na delegação brasileira o chefe de missão, professor Alberto Martins da Costa; o coordenador técnico de halterofilismo, Silvio Soares dos Santos; o tenista do Praia Clube, Gustavo Carneiro; os nadadores do Praia Clube Gabriel Bandeira, Gabriel Melone, João Pedro de Oliveira, Laila Suzigan, Ruan Felipe de Souza e Vanilton do Nascimento Filho e o treinador Alexandre Vieira.

Compartilhe:
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Veja Também