Notícias

Obra na trincheira sob a avenida Getúlio Vargas será retomada

Projeto passou por readequação; confira mudanças que a Settran fará no tráfego da região para início dos trabalhos
19 de julho de 2021

Visando eficiência na administração pública, o prefeito Odelmo Leão determinou a readequação do projeto que promoverá o rebaixamento da trincheira da avenida Geraldo Motta Batista, sob a avenida Getúlio Vargas. A obra, que será realizada para possibilitar a passagem de caminhões e ônibus pelo local, acontecerá dentro do programa Uberlândia Integrada II e deverá começar na próxima semana. Os motoristas devem ficar atentos a mudanças no tráfego na região que serão implementadas para início dos trabalhos.

“Anteriormente, iríamos realizar a reforma da trincheira e da ponte existentes no local, atuando também no levantando o topo destas estruturas. Porém, após uma criteriosa análise dos nossos técnicos, encontramos outra solução, o que vai gerar uma economia de quase R$ 4 milhões ao município. Agora, faremos o desvio da galeria de água pluvial da avenida Getúlio Vargas naquele trecho e escavaremos a área para que o pavimento seja rebaixado no local, alcançando assim a altura necessário para a passagem de veículos de grande porte”, disse o secretário municipal de Obras, Norberto Nunes.

A altura da trincheira é de apenas 3,16 metros, o que impede o tráfego de ônibus, caminhões e demais veículos que tenham altura superior. Para resolver o problema, será feita a obra de desvio de galeria da avenida Getúlio Vargas e o rebaixamento do nível da avenida Geraldo Motta para que a trincheira passe de 3,16 metros de altura para 4,70. O serviço avaliado anteriormente em R$ 6,8 milhões, tem estimativa para agora de cerca de R$ 2,9 milhões. 

A obra será de responsabilidade da empresa BT Construções LTDA., escolhida por meio do Regime Diferenciado de Contratação (RDC), que é um sistema licitatório mais ágil. Todo o trabalho será fiscalizado pela Secretaria Municipal de Obras.

Obra na trincheira sob a avenida Getúlio Vargas será retomada 1

Desvios

Para que os serviços sejam iniciados no local, a Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes (Settran) preparou uma série de mudanças no trafego da região. As alterações terão início a partir de quarta-feira (21) e foram realizadas para facilitar o trajeto de quem passa pelo local.

  • A avenida Geraldo Motta Batista, após a rua Horácio Rezende até a rua Santa Helena, no bairro Daniel Fonseca, ficará interditada;
  • No cruzamento da rua Varginha com a avenida Getúlio Vargas, será instalado um semáforo;
  • Uma alça de acesso será aberta na avenida Getúlio Vargas para permitir que o tráfego siga pela rua Coronel Tobias Junqueira sentido bairro. Uma das pistas da avenida Getúlio Vargas sobre a ponte terá sentido duplo de circulação.

Tráfego na avenida Geraldo Motta Batista sentido Centro – Bairro

  • Ao sair da avenida Rondon Pacheco, acesse a avenida Geraldo Motta Batista e faça uma curva suave à direita na rua Laguna. Depois vire à direita na avenida Getúlio Vargas, à esquerda na rua Varginha e à esquerda na rua Honório Rezende para ter acesso novamente à avenida Geraldo Motta Batista.

Tráfego na avenida Geraldo Motta Batista sentido Bairro – Centro

  • Vire à esquerda na rua Honório Rezende, à direita na rua Varginha e acesse a avenida Getúlio Vargas. Utilize a alça de acesso para entrar na rua Coronel Tobias Junqueira.

Uberlândia Integrada

A etapa II do programa Uberlândia Integrada foi retomada em novembro de 2018. No total, serão cerca de R$ 140 milhões investidos na construção de pontes, trincheiras, prolongamento de vias e recapeamento, fazendo dele o maior pacote de obras viárias da história cidade. O montante é fruto do Financiamento à Infraestrutura e ao Saneamento (Finisa), feito junto à Caixa Econômica Federal.

Lançado inicialmente em 2011, o programa já contemplou diversas melhorias em infraestrutura e mobilidade urbana em sua primeira etapa, como o Corredor Estrutural Leste e o Terminal Novo Mundo.

Veja Também